Sampaoli volta ao Chile sem anúncio do Sevilla. Tudo por causa de R$ 7,8 mi

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / MARTIN BERNETTI

Jorge Sampaoli voltou para o Chile depois de passar dias em Sevilla para acertar detalhes de seu acordo para comandar o time espanhol na próxima temporada. A agência de notícias EFE informa que o anúncio oficial do clube está travado, no entanto, por conta do ex-técnico Unai Emery.

É que Emery ainda não se desvinculou totalmente do Sevilla. O treinador, que vai comandar o PSG, precisa pagar a cláusula de rescisão de 2 milhões de euros (R$ 7,8 milhões) ao clube espanhol.

Emery, enquanto isso, ainda espera que Laurent Blanc encerre seu contrato com o clube francês. O presidente do PSG, Nasser Al-Khelaifi, quer que Blanc saia de maneira amistosa, já que ainda tem contrato em vigor.

Sampaoli fechará contrato com o Sevilla por uma temporada com possibilidade de renovação por mais uma. Além disso, o clube espanhol arcará com o pagamento de $1 milhão (R$ 3,47 milhões) à Federação Chilena, que faz parte de acordo entre as partes quando o treinador deixou a seleção do Chile. O Sevilla também pagará multa de 100 mil euros (R$ 346,70 mil) ao Granada, com quem o técnico tinha pré-contrato.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos