Vasco atravessa primeira instabilidade e elenco ouve vaias inéditas em 2016

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Paulo Fernandes / Site oficial do Vasco

    Vasco sofreu sua segunda derrota na temporada diante do Paysandu

    Vasco sofreu sua segunda derrota na temporada diante do Paysandu

A segunda derrota do Vasco na temporada fez o time de Jorginho ouvir pela primeira vez em 2016 vaias dos torcedores. O resultado adverso de 2 a 0 para o Paysandu, neste sábado, encerrou a invencibilidade da equipe em São Januário que já durava 11 meses. Anteriormente, o Cruzmaltino já havia perdido a série sem derrotas no geral, que durou 34 jogos.

Apesar do clima de insatisfação que tomou conta da "Colina Histórica", o técnico Jorginho tentou minimizar a situação.

"O que foi determinante é que a gente realmente não esteve bem. Fizemos um jogo ruim, não tivemos a criatividade necessária. Agora é ter calma. Eu sempre digo para eles: Quando a gente ganha, não está tudo muito bom, e quando a gente perde, não está tudo ruim. É ter calma e reconhecer que não fizemos um bom jogo. E que bom que os resultados também não foram bons para quem estava na ponta", declarou.

Jorginho também deu um recado direto ao torcedor vascaíno que vaiou, pedindo calma:

"Entendo a reclamação do torcedor, ele viu que o time não jogou bem, mas a mesma equipe tem dado grandes alegrias para eles. Perdemos o jogo, mas não está tão ruim assim".

O treinador aproveitou para assumir a responsabilidade pela derrota. Durante a partida, ele sacou dois volantes (Marcello Matos e William) e colocou dois atacantes. Logo em seguida, saíram os gols do Paysandu.

"Assumo a responsabilidade. As mexidas foram minhas, tentamos em outras situações e eles entraram bem. Vamos continuar tentando ser protagonistas na nossa casa. Eu posso errar, mas sempre agindo, jamais me omitindo", destacou.

Além da equipe ter perdido a invencibilidade geral diante do Atlético-GO e a em São Januário para o Paysandu, outro que não é mais invicto é o meia Nenê, que também nunca tinha perdido em São Januário.

ARQUIBANCADA DIVIDIDA

Pouco depois das vaias eclodirem em São Januário, um clima tenso ocorreu na arquibancada. Enquanto a grande maioria dos torcedores criticava o time, a torcida Guerreiros do Almirante puxou cânticos de apoio ao elenco. Foi então que no local onde tradicionalmente se situa a principal organizada do clube, vascaínos ali presentes proferiram xingamentos à "GDA". Um princípio de tumulto aconteceu e a polícia militar agiu rapidamente para conter os ânimos.

Vale ressaltar que a Força Jovem está suspensa dos estádios brasileiros até 2017. Já a Guerreiros do Almirante e a Ira Jovem foram punidas com um gancho até 16 de julho. As três não podem entrar com instrumentos, faixas, bandeiras e uniformes que façam alusão aos grupos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos