Dupla se reveza no ataque sem empolgar e Vasco sonda Leandrão Damião

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • CRISTINA QUICLER/AFP

    Leandro Damião não fez nenhum gol pelo Bétis e não terá seu contrato renovado

    Leandro Damião não fez nenhum gol pelo Bétis e não terá seu contrato renovado

Riascos se foi para o Cruzeiro e, desde então, o Vasco vive uma carência no setor. Enquanto Leandrão e Thalles se revezam no ataque sem causar empolgação, o clube segue em busca de um camisa 9 ideal no mercado da bola. Vivendo o chamado "cobertor curto", o Cruzmaltino tem como esperança a abertura da janela de transferências do exterior, e um dos nomes que interessam é o de Leandro Damião, do Bétis (ESP) e que pertence ao Santos.

A possibilidade de contratação do jogador, no entanto, ainda está longe de uma proximidade. Isso porque o salário do atleta está muito aquém da realidade financeira cruzmaltina. Damião recebe cerca de R$ 600 mil no clube espanhol, enquanto que o teto salarial do Vasco é de R$ 200 mil, exceção aberta para alguns casos como os de Nenê e Martín Silva.

Riascos também seria um caso à parte, já que o Vasco se propôs a pagar integralmente os R$ 250 mil de vencimento, porém, o Cruzeiro preferiu contar com o retorno do colombiano.

Leandro Damião tem contrato com o Santos até dezembro de 2018, mas conseguiu na Justiça a liberdade para se transferir à outra equipe contanto que o interessado pague seus salários. Além do Vasco, outros clubes já fizeram sondagem pelo jogador ou foram procurados por seu empresário.

Com apenas quatro contratações na temporada, sendo que nenhuma foi um atacante, os cariocas querem realizar o chamado "tiro certo". Outros nomes foram sondados, mas não se enquadraram na realidade financeira. Já os que foram oferecidos, não agradaram.

Leandrão titular

Enquanto isso, o técnico Jorginho, que já reforçou o pedido de contratação para o setor algumas vezes ao presidente Eurico Miranda, se vira como pode. Na derrota para o Paysandu por 2 a 0 em São Januário, o jovem Thalles começou jogando. Não agradou e, na partida seguinte, contra o Londrina, perdeu a vaga para Leandrão, que já havia sido titular anteriormente. Apesar de não encher os olhos, o experiente atacante já foi confirmado no time para o compromisso deste sábado, diante do CRB, em Alagoas.

"Temos procurado não deixar que o Leandrão jogue três, quatro jogos. Temos que ter essa preocupação porque ele já teve um problema no joelho. Futebol é rendimento, ele tem tido um rendimento melhor e, com certeza, vai continuar na equipe, mas sabemos do potencial do Thales, é um jovem que vai crescer muito e fazer grandes campeonatos pelo Vasco", declarou Jorginho.

Rendimento do ataque cai após saída de Riascos

Até retornar de empréstimo ao Cruzeiro, Riascos era o artilheiro da equipe na temporada com dez gols. A importância do colombiano ficava evidente em números, já que a participação do ataque nos tentos do Vasco, até então, era de 50%. Após sua saída, o aproveitamento caiu pela metade, e está em pouco menos de 25%.

Dos 17 gols feitos pelo Cruzmaltino desde que Riascos saiu, apenas quatro foram feitos por atacantes: Leandrão (dois), Thalles e Eder Luis.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos