Gabigol receberá mais de R$ 500 milhões caso aceite jogar na China

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • MIGUEL SCHINCARIOL/ESTADÃO CONTEÚDO

    Atleta ganha este montante somando salários, luvas e os 40% que detém de seus direitos

    Atleta ganha este montante somando salários, luvas e os 40% que detém de seus direitos

O Hebei Fortune, da China, não mede esforços para contratar o atacante Gabriel Barbosa, do Santos. O UOL Esporte apurou que o clube chinês subiu a oferta novamente. Agora, os chineses oferecem, além de salários, US$ 5 milhões (quase R$ 17 milhões) de luvas anuais por um contrato de cinco anos.

Desta forma, somente de luvas, o camisa 10 do Santos poderia ganhar R$ 84,5 milhões, caso aceite a proposta e permaneça até o fim de seu contrato.

No entanto, se ficar por cinco anos na China, Gabigol ganharia uma bolada. Somando o valor das luvas, mais o salário mensal de US$ 1,8 milhão por mês (R$ 6,1 milhões) em cinco anos de contrato, e mais os 40% que detém de seus direitos econômicos, Gabriel ganharia mais de meio bilhão no total, mais especificamente R$ 534,9 milhões.

Só de salário, o santista ganharia US$ 108 milhões (R$ 366 milhões) neste período.

Além disso, Gabriel ainda receberia no ato R$ 84,4 milhões. Isso porque o Hebei Fortune está disposto a pagar o valor acima da multa rescisória, estipulada em 50 milhões de euros. Eles ofereceram 5 milhões de euros a mais. Sendo assim, o valor total da transação giraria em torno de 55 milhões de euros (R$ 214 milhões).

O Santos ficaria com os outros 40% dos direitos econômicos e a Doyen Sports com os 20% restantes da transação.

Até o momento, Gabriel rejeitou tudo isso. O jogador só pretende deixar o Santos para jogar na Europa. O UOL Esporte revelou que o atleta sonha em atuar no PSG, da França, que fez uma proposta de 30 milhões de euros (R$ 117 milhões) aos seus representantes.

Wagner Ribeiro e companhia dizem que repassaram a oferta ao clube paulista, que rejeitou e pediu 40 milhões de euros (R$ 157 milhões). A diretoria santista alega que não recebeu nenhuma proposta oficial pelo atacante.

"Não posso falar muito, pois existe sigilo, um termo de confidencialidade, mas a proposta eu entreguei nas mãos do presidente (Modesto Roma). Existe a proposta, mas não posso te falar o país, pois vocês (imprensa) vão saber o clube. O presidente do Santos pediu mais e, por isso, esfriou. Já até venceu. Eles querem outro centroavante", afirmou Wagner Ribeiro.

Gabriel foi um dos poucos atletas da seleção brasileira que ganhou notoriedade na Copa América Centenário, nos Estados Unidos, onde o Brasil não passou da primeira fase e 'provocou' a demissão do técnico Dunga. O atacante santista começou como reserva, fez gol na goleada contra o Haiti por 7 a 1 e terminou a competição como titular.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos