Por Rodrigo Caio, namorada prevê trocar carreira de dentista por empresária

Juliana Alencar

Do UOL, em São Paulo

Namorada do zagueiro do São Paulo Rodrigo Caio há 4 anos, Tayane Carvalho, 22 anos, não tem pressa para se casar com o atleta. Vivendo em Dracena, a mais de 600 km da capital paulista, a jovem, no entanto, já se prepara para uma futura e eventual transição de carreira: de dentista a empresária.

Dona de uma clínica odontológica na cidade do casal, ela estuda criar uma franquia para continuar trabalhando quando precisar estar junto dele. Aos 22 anos, Rodrigo Caio é considerado um dos mais promissores zagueiros do país e tem despertado interesse de clubes europeus. O são-paulino esteve no grupo que disputou a Copa América e está na pré-lista da seleção brasileira que jogará a Rio-2016.

"Ainda não pensamos em nos casar, mas eu, claro, já me preparo para o dia em que isso acontecer. Não vou largar a carreira", conta Tayane. "A ideia da franquia é algo que eu tenho trabalhado, porque eu posso gerenciar de longe. Mas, por enquanto, eu continuo atendendo os meus pacientes aqui em Dracena. Não há pressa para me mudar daqui".

Cirurgiã dentista formada há 2 anos, Tayane se especializou em edodontia rotatória, nome "formal" para a técnica de tratamento de canal feito em um dia. Ela também tem uma especialização em odontologista estética e é responsável, entre outros procedimentos, pela manutenção das lentes de contato dentais que o namorado usa. Muito adotada por artistas, as lentes são responsáveis por deixar o sorriso mais harmônico, já que "corrige" o formato dos dentes.

"Não fui eu quem fiz, porque quando ele as colocou eu ainda não tinha a especialização. Mas hoje eu faço a manutenção", explica. 

Marcação do sogro

Filha de uma família tradicional de Dracena, Tayane começou a namorar Rodrigo Caio quando ele ainda dava seus primeiros passos no futebol profissional. Os dois se conheceram na cidade natal deles, onde a dentista  vive com a família até hoje. Os pais do atleta formado na base do São Paulo também continuam morando em Dracena.  

Tayane não quis se mudar para São Paulo quando o namorado se estabeleceu no time paulista. E teve dois bons motivos para isso, "Quis investir na minha profissão", conta ela, antes de entregar a outra "razão": o pai linha dura. "Meu pai tinha aquele pé atrás com o fato de ele ser jogador.  Sempre disse que eu tinha que ser alguém na vida para não viver em função do outro e que filha dele só saía de casa para se casar". 

Assim, vivem um relacionamento a distância. O casal se vê, no máximo, a cada 15 dias. "É longe de carro, mas de avião é uma horinha", minimiza Tayane, que costuma agendar os seus compromissos de acordo com a escala de folgas do jogador. "Ele vem muito para cá, mas eu também vou para lá. É corrido, mas a gente acaba aproveitando o tempo juntos na casa dele. Somos mais caseiros". Tayane também costuma ir aos jogos do São Paulo no Morumbi,

Sem ciúmes, Tayane conta que leva com tranquilidade o fato de estar longe do namorado a maior parte do tempo. E conta que o zagueiro é cuidadoso no relacionamento. "Rodrigo é bem romântico. Às vezes vem para Dracena sem avisar, para me fazer surpresa", diz ela, que conta porque os dois aboliram o uso da aliança de compromisso. 

"Usávamos uma aliança que abria e fechava. A dele vivia quebrando até que um dia a gente resolveu parar de usar. Tem que ter confiança um no outro", encerra.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos