Com as contas em dia, Vasco já faz planos para 2017 e busca novos recursos

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Paulo Fernandes / Site oficial do Vasco

    Presidente Eurico Miranda tem pregado uma política de austeridade financeira no clube

    Presidente Eurico Miranda tem pregado uma política de austeridade financeira no clube

Com uma política de austeridade financeira sendo seguida à risca, o Vasco não trocará os "pés pelas mãos" até o fim desta temporada independentemente dos resultados. O clube já tem fechado um planejamento para o segundo semestre e trabalha nos bastidores agora para angariar novos recursos visando o ano que vem contando com os retornos à Série A e ao NBB.

Primando pelos salários em dia, o Cruzmaltino não apresenta atrasos nos vencimentos em 2016 tanto no futebol quanto no basquete, quando disputou a Liga Ouro, venceu e conquistou a vaga ao torneio mais importante da modalidade.

A próxima edição do NBB, aliás, já tem início ainda este ano, e o clube conta com recursos oriundos de incentivos fiscais, que podem render cerca de R$ 4,5 milhões, para disputá-la.

A própria visibilidade da competição também servirá para atrair novos parceiros, embora o Vasco já tenha feito um planejamento sem contar com a chegada de outros patrocínios em 2016 em virtude do cenário retraído do mercado atual.

REFORÇOS PONTUAIS

Divulgação / Betis
Leandro Damião é o desejo da diretoria para reforçar o ataque do Vasco

Com os pés no chão em relação às finanças, o Vasco trará somente reforços pontuais tanto para o futebol quanto para o basquete. Na equipe do técnico Jorginho, um centroavante é a necessidade e Leandro Damião, ex-Bétis (ESP), é o nome desejado. Porém, como seus vencimentos são altos – ganhava cerca de R$ 600 mil no clube espanhol – o Cruzmaltino não está disposto a abrir os cofres pelo jogador, que vem de temporadas apagadas. Sua contratação acontecerá somente se o atleta baixar bastante a pedida salarial.

Com a saída de Rafael Vaz para o Flamengo, não está descartado também o reforço de um zagueiro, mas ele só virá em caso de uma boa oportunidade.

Em relação ao basquete, o clube renovou com os principais jogadores que conquistaram a Liga Ouro e trouxe os experientes Nezinho, Bruno Fiorotto e Wagner. Caso não angarie novas receitas, será com esta base que o Vasco disputará o NBB.

APOSTA NO SÓCIO-TORCEDOR

Divulgação

Lançado no início do ano, o programa de sócio-torcedor "Gigante" é outra aposta da diretoria para aumentar suas receitas. O clube fechou o mês passado como o segundo do Brasil com o maior número de adesões, ficando atrás somente do São Paulo. Atualmente, porém, os números gerais ainda são modestos em comparações a outras equipes grandes do país.

De acordo com o ranking do "Movimento por Um Futebol Melhor", o Vasco ocupa somente a 21ª colocação com pouco mais de 9,5 mil sócios. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos