Lucas Lima confirma interesse do Zenit e já não descarta jogar na China

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Divulgação/Santos FC

    Meia cogita todas as possibilidades, entre elas, ficar no Santos até o fim de 2017

    Meia cogita todas as possibilidades, entre elas, ficar no Santos até o fim de 2017

O meia Lucas Lima não sabe dizer qual será o seu futuro no futebol após a abertura da janela de transferências internacional. Todas as possibilidades são cogitadas pelo jogador. Entre elas, o Zenit, da Rússia. O camisa 20, inclusive, explicou uma conversa que teve com Hulk, que atua no clube russo, durante a disputa da Copa América Centenário, nos Estados Unidos, onde defenderam a seleção brasileira.

"Minha conversa com ele foi normal. Estava jantando e ele falou do clube. Ele perguntou como é no Santos e eu perguntei de lá. Não só eu, mas em geral. Fala isso, aquilo. Não foi por interesse. Até por que eu nem sabia do interesse do Zenit. Fiquei sabendo disso há três dias. Então, deixar bem claro isso. Tem gente que acha que perguntei por conta do interesse do Zenit. Foi uma conversa normal", afirmou Lucas Lima.

Alem disso, Lucas Lima admitiu pela primeira vez que deve analisar, caso receba nesta janela, uma proposta do futebol chinês. Inicialmente, o camisa 20 é irônico e brinca com a possibilidade de jogar na China, mas na sequência de sua resposta, ele diz que não descarta estudar outras opções caso não acerte com nenhum clube europeu.

Sendo assim, o meia repensaria a sua carreira, já que o santista recusou uma oferta mais do que milionária para atuar na China no início deste ano.

"A gente nunca pode dizer não. Vai que no meio estou lá na China. Brincadeira. Envolve muita coisa. Envolve não só o clube, mas a parte financeira, família... Ninguém sai do Brasil para ir para China ou Rússia só pelo futebol. Seria hipocrisia falar isso. Quando aparecer proposta, vou sentar com a família e ver o que é melhor. Tenho sonho de jogar num clube top da Europa, quero ter essa experiência, espero estar conseguindo. Se eu não conseguir, começo a pensar em outras opções", disse.

Além de Europa e China, Lucas Lima não descartou cumprir o seu contrato com o clube paulista até o fim de 2017 para receber sozinho o dinheiro de uma futura proposta do futebol europeu, como revelou o UOL Esporte no último dia 10.

"Tenho desejo de sair, sim. Sempre deixei bem claro. Mas, se não acontecer, fico até o fim do meu contrato. Sem dúvidas seria melhor para mim, saio com 100% do meu passe. Futebol tudo pode acontecer. É uma possibilidade sim. Se for ver bem, eu vou ganhar muito mais daqui um ano e meio. Poucas pessoas veem isso também. Poderia ficar até aqui e o Santos não ganhar nada. Temos que conversar e ver o que é melhor para ambos", disse.

O presidente Modesto Roma já avisou que não aceita negociar Lucas Lima. A estratégia de manter o meia até o dia 31 de dezembro de 2017, quando encerra o seu vínculo com o clube, tem uma lógica. O Santos possui apenas 10% dos direitos do jogador e, dependendo do valor da proposta que chegar da Europa, o montante destinado ao clube paulista sequer ajudaria para a reposição do meia no mercado do futebol. O time entende que é melhor contar tecnicamente com o armador por mais um ano e meio do que o perder agora por um valor pequeno.

"Ainda bem que não sou presidente, viu? Santos tem 10% só meu, acho que pagaram R$ 900 mil. Querendo ou não vão ganhar um bom dinheiro também. Mas o presidente tem que ver o que compensa para ele. O quanto ele quer nesses 10%", concluiu. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos