Não é só Messi! Veja mais figurões que falharam em tirar Argentina da fila

Do UOL, em São Paulo

Como ficou provado após mais uma derrota na final da Copa América para o Chile, Lionel Messi tem carregado a maior parte do peso pelo longo jejum da seleção principal da Argentina. Mas justiça seja feita: não foi só ele que fracassou nestes últimos 23 anos. Pensando nisso, o UOL preparou uma lista de outros figurões que também nunca levantaram um troféu pelo país em competições oficiais. Confira abaixo os principais:

TABELINHA: MAURO E PVC VEEM MESSI INJUSTIÇADO E DUVIDAM DE ADEUS À SELEÇÃO; OUÇA

Observação: Não foram considerados os dois ouros olímpicos argentinos em 2004 e 2008.

Mascherano

O volante do Barcelona esteve presente em nada menos do que cinco finais perdidas pela Argentina. Vamos lá, sem perder a conta: decisões das edições de 2004, 2007, 2015 e 2016 da Copa América e a final da Copa do Mundo de 2014. Deste total, Messi só não estava no torneio continental de 2004. Vale lembrar que Mascherano estava presente ainda nas derrotas das Copas de 2006 e 2010, ambas para a Alemanha, nas quartas de final.

Carlos Tevez

Flávio Florido/UOL

O atacante do Boca Juniors não disputou a última Copa do Mundo e ficou fora da Copa América de 2016, mas participou de outras decisões fracassadas da Argentina. Jogou as edições de 2004, 2007 e 2015 do torneio continental e saiu do banco na derrota por 3 a 0 para o Brasil na Copa das Confederações de 2015. Ele ainda esteve presente nas Copas de 2006 e 2010.

Verón

Considerado um líder da geração anterior a Messi, La Bruja também se despediu da seleção sem um mísero título. Fracassou na final da Copa América de 2007 e acumulou três Copas do Mundo com a seleção: 1998, 2002 e 2010.

Riquelme

Getty Images

Antecessor de Messi como camisa 10 da seleção argentina, Riquelme sofreu da mesma maneira com a pressão por títulos. Jogou as finais da Copa das Confederações de 2005 e da Copa América de 2007 e não obteve sucesso no Mundial de 2006.

Crespo

Concorrente e depois sucessor de Batistuta no ataque da seleção, Crespo até correspondia na artilharia, mas não conseguiu quebrar o jejum argentino. Serviu a seleção de 1995 a 2007, participou de três Copas do Mundo e se despediu sem a glória de um título.    

Sorín

Getty Images

Jogador que fez fama no Brasil pelo Cruzeiro, Sorín também teve uma longa carreira na seleção. Mas sem títulos. Ele chegou mais perto nas finais da Copa América de 2004 e Copa das Confederações de 2005, mas acabou frustrado pelo Brasil em ambas.

Heinze

O xerifão argentino também não conseguiu sucesso, muito por causa do Brasil. Perdeu as finais das edições de 2004 e 2007 da Copa América e de 2005 da Copa das Confederações.

Zanetti

Presença notória em convocações desde 1994 e com careira vitoriosa na Inter de Milão, Zanetti disputou 145 jogos pela seleção argentina. E não ganhou títulos.

E não foram só eles... Veja abaixo a galeria completa de jogadores de destaque se títulos pela seleção principal da Argentina. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos