Rodrigo Caio culpa diferença de contratos por permanência no Brasil em 2015

Do UOL, em São Paulo

  • Rubens Chiri/saopaulofc.net

    Zagueiro negociou com o Valencia em 2015, mas diz ter 'perdido a confiança'

    Zagueiro negociou com o Valencia em 2015, mas diz ter 'perdido a confiança'

Em junho de 2015, o zagueiro Rodrigo Caio estava pronto para deixar o São Paulo. O destino seria o Valencia.

O jogador chegou a viajar para a Espanha na época, mas acabou não acertando. E nesta segunda-feira, em entrevista ao canal de TV por assinatura SporTV, o próprio Rodrigo Caio explicou o que atrapalhou a negociação.

"Fui para fazer exames médicos e já assinar o contrato do clube. Quando eu cheguei no Valencia, o pré-contrato que eu tinha assinado (no Brasil) era totalmente diferente", explicou o atleta, rebatendo as acusações feitas pelo clube a respeito de sua condição física.

"Acabei fazendo exames médicos. Começaram a falar do meu joelho, que estava assim, isso e aquilo. Eu falei: 'faço todos os exames que vocês me pedirem, estou jogando constantemente no Brasil'. Me mandaram para Barcelona fazer exame com o (médico) Ramon Cugat, que me passou, me deu um laudo dizendo que eu tinha condições de jogar e estava em plena forma. Voltei (a Valência) e disse que não ficaria", completou.

Na época, a imprensa espanhola chegou a noticiar um acerto entre Rodrigo Caio e o Atlético de Madri. Porém, o jogador optou por deixar o futebol espanhol e se reapresentar ao técnico Juan Carlos Osorio, então à frente do São Paulo.

"Acredito que foi a decisão mais certa. Não foi algo que foi às claras. Não foi questão de pagamento. O que me foi passado foram formas de pagamento diferentes. Lá na Espanha, eles pagam no meio e no final (do ano), e isso não foi passado para mim", disse Rodrigo Caio, alegando ter perdido a confiança na negociação.

"Eu estava sendo vendido. Era meu sonho, minha oportunidade de chegar à Europa. Naquele momento em que meus empresários não conduziram (a negociação) da melhor forma, eu perdi a confiança e falei que queria voltar. Sabia que era um momento importante, que o São Paulo precisava daquela venda naquele momento. Quando cheguei, conversei com o professor Osorio, que disse que contava comigo", completou o jogador, que tem contrato com o São Paulo até 2018.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos