Palmeiras recebe aval da Crefisa para negociar Barrios

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo *

  • Pedro Martins/AGIF

    Lucas Barrios deve deixar o Palmeiras nas próximas semanas

    Lucas Barrios deve deixar o Palmeiras nas próximas semanas

A relação entre Lucas Barrios e o Palmeiras se aproxima de um final. Segundo apurou o UOL Esporte com fontes ligadas à Crefisa, o clube de Palestra Itália recebeu a autorização da empresa para negociar o atacante com outra equipe.

A reportagem apurou que o vice-presidente palmeirense, Maurício Galiotte, entrou em contato com Leila Pereira, dona da patrocinadora máster da equipe, ainda nesta terça-feira.

No bate-papo entre os dois - que há algumas semanas não conversavam -, ocorrida antes de o paraguaio conceder entrevista na qual respondeu aos questionamentos do treinador, a diretoria do atual líder do Brasileiro pediu a liberação para negociar o atacante.

"A verdade é que fiquei surpreso com o que ouvi aqui. Há dez dias estou treinando com o grupo e me parece um pouco estranho que se fale isso, que não estou comprometido", disse o atacante. "Fui relacionado para o América-MG e desconvocado. Não iria para o jogo, mas no dia anterior eu fui relacionado. Não estou falando que tenho que jogar, tenho que falar que as coisas tem que acontecer normalmente. Se você é relacionado e tirado da relação, não sei porquê aconteceu isso. Aí fui falar com ele na quinta."

Minutos depois de Barrios falar ao programa, Cuca entrou por telefone na Sportv para dar outra versão da história. O treinador garante que conta com Barrios para a temporada e afirma ter tomado essa medida para 'cutucar' o atleta, visando uma melhora de desempenho.

"Em momento algum disse que ele é descompromissado, cumpre todos os horários, mesmo no time reserva treina com afinco. Quinta-feira passada conversamos e até em cima dessa conversa não o inclui na relação até em respeito porque ele disse que estava infeliz. Não empresto o Barrios para nenhum time brasileiro", afirmou.

 

"Ele começou como meu titular, mas infelizmente machucou. Talvez ele tenha interpretado mal quando disse que queria compromisso comigo. Quinta disse que queria contar com ele, mas ele não manifestou isso. Ele é um matador, um jogador diferenciado, e de repente não estava se sentindo útil", contou.

Apesar de ter a autorização apalavrada, o Palmeiras ainda segue 'preso' à patrocinadora. Qualquer proposta que surgir pelo futebol do camisa 8 deverá ser comunicada à Crefisa, responsável por toda a operação financeira para a contratação de Barrios (salários, luvas e transferência). 

Conforme publicado na manhã desta terça no UOL Esporte, a empresa de Leila Pereira possui o poder de vetar qualquer negociação pelo atacante paraguaio.

Lucas Barrios foi tratado como um 'presente' da Crefisa para o Palmeiras. A empresa bancou todos os gastos, mas impôs no contrato restrições para não sofrer com prejuízos financeiros.

Além de se blindar e obrigar o Palmeiras a consultá-la em caso de ofertas, a Crefisa será ressarcida em caso de transferência do atacante da seleção paraguaia. O clube de Palestra Itália receberia apenas o lucro, se a oferta ultrapassar o valor investido pela empresa.

Diante de um cenário desfavorável dentro da equipe de Palestra Itália, o centroavante realizou trabalhos físicos depois dos companheiros na tarde terça-feira, sob a orientação do preparador físico Omar Feitosa. Depois, Barrios foi a campo para o treino técnico.

O restante do elenco, com exceção a Allione, Artur, Arouca e Gabriel - em transição física - e Edu Dracena, Moisés e Jean - na academia -, trabalhou no gramado da Academia de Futebol.

Atualizado às 16h55 *

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos