Ex-Inter foi da terceira à primeira divisão da Alemanha em 21 dias

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Reprodução/Facebook

    Daniel Franco, ex-lateral esquerdo, hoje é treinador e está no União Frederiquense-RS

    Daniel Franco, ex-lateral esquerdo, hoje é treinador e está no União Frederiquense-RS

Daniel Franco viveu dias bem atípicos na Alemanha, no final da década de 1990. Depois de deixar o Corinthians, o lateral esquerdo revelado pelo Inter acertou com o St. Pauli e em menos de um mês pulou da terceira para a primeira divisão. Os bons treinos na pré-temporada o levaram para o Schalke 04 e depois ao Stuttgart. A burocracia derrubou a ascensão incrível.

"Fui para um time da terceira divisão na Alemanha, fiz pré-temporada e no primeiro amistoso um olheiro do St. Pauli gostou e me levou para outro clube. Fiz um jogo contra o Schalke 04, tinha um olheiro do Stuttgart e no outro dia troquei de clube de novo. Em 21 dias fui da terceira para a primeira divisão (risos)", conta Franco.

A jornada em solo alemão teve destino fixo quando o Stuttgart foi inscrever Daniel Franco. Ao deixar o Brasil, o então lateral deu entrada no registro como jogador do St. Pauli. A papelada não pôde ser alterada e inviabilizou a promoção relâmpago, durante a preparação.

"Fiquei três dias no Stuttgart. Quem me recebeu foi o treinador, na época era o Joachim Löw (atual técnico da seleção da Alemanha, treinador no fatídico 7 a 1 em cima do Brasil). Ele me apresentou a estrutura do clube. De campo até o lugar no vestiário. Me mostrou o estádio, os jogadores. Numa tarde foi isso, no outro dia treinei e fomos para uma reunião sobre como o time jogava, onde iria ajudar. E aí a burocracia não deu certo", relata.

Daniel Franco jogou no St. Pauli entre 1998 e 1999. Voltou ao Brasil e ainda atuou por São José-POA, Fortaleza e Brasil de Pelotas antes de se aposentar. Depois de penduras as chuteiras, tentou a vida de empresário no setor calçadista. Sócio em uma fábrica de sapatos, ficou dois anos na vida longe da bola e voltou.

"Futebol é muito bom, mas te deixa em alguns momentos querendo distância da bola. Tive uma empresa e não estava legal, não estava feliz. Voltei a ter aquela vontade de estar no meio do futebol e decidi me qualificar. Ser um ex-jogador não me faria ser diferente. Aí eu cursei faculdade de educação física. Passei sete anos e meio na base do Inter", lembra Daniel Franco.

Atualmente, ele treina o União Frederiquense na segundona do Campeonato Gaúcho. Assumiu o time na lanterna do grupo e conseguiu classificação à próxima fase com duas rodadas de antecedência. Agora, disputa quadrangular final que dará acesso a um time para elite estadual.

Antes passou pelas categorias de base do Internacional e de lá saiu em 2013. Assumiu o 15 de Campo Bom depois foi para o Novo Hamburgo, como auxiliar técnico de Roger Machado, treinador do Grêmio. A carreira de treinador é prioridade e um retorno à Alemanha está nos planos, para se qualificar mais. Só que não precisa ser com tantas mudanças como antes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos