'Zagueiro pop' do Vasco acumula falhas e vira alvo de protestos da torcida

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Reprodução/Instagram

    Aislan, vaiado pela torcida do Vasco, namora a assistente de palco Carol Nakamura

    Aislan, vaiado pela torcida do Vasco, namora a assistente de palco Carol Nakamura

Citado frequentemente em colunas sociais por conta de seu romance com a assistente de palco do "Domingão do Faustão" Carol Nakamura, o zagueiro Aislan atravessa um momento complicado no Vasco. Com falhas nos últimos dois jogos, o defensor transformou-se no principal alvo dos protestos da torcida.

O primeiro erro aconteceu na vitória do Cruzmaltino por 2 a 1, sobre o CRB, em Maceió (AL).  Na ocasião, o lateral esquerdo Julio Cesar recuou uma bola, Aislan não conseguiu o domínio e o atacante alagoano chutou para o fundo da rede.

Nesta terça-feira (28), diante do Paraná, o defensor entrou no decorrer da partida na vaga de Luan, que se contundiu, e errou a maioria de suas jogadas. Na primeira falha, já havia irritado a torcida ao fazer uma inversão de jogo em que a bola saiu direto pela linha de fundo, cedendo o escanteio ao adversário.

O pior, no entanto, ocorreu aos 42 minutos do segundo tempo. Ele trombou com seu próprio companheiro de equipe, o volante William, numa típica trapalhada, e a bola sobrou livre para Robson, que rolou para Murilo Rangel dar a vitória aos paranaenses. Na saída de campo, os torcedores, em coro, não economizaram nos xingamentos ao zagueiro.

Paraguaio também é vaiado e reage

Outro perseguido pela torcida, em menor intensidade, foi o meia Julio dos Santos. O paraguaio, porém, reagiu de maneira diferente às vaias e, em dado momento, parou a bola e passou a encarar os torcedores com o jogo rolando.

Técnico da equipe, Jorginho negou que a substituição do jogador foi em função do episódio:

"Ele (Julio dos Santos) já seria substituído antes de acontecer aquele lance. Iria substituí-lo no intervalo", justificou o treinador, que depois deu um recado aos torcedores.

"Eu quero me dirigir ao torcedor do Vasco da Gama, dizer que tenho o respeito a cada torcedor, que ele é um apaixonado, se não assistir a um bom jogo, vai vaiar, mas sinto muito a dor do meu atleta. Sinto a dor do Julio dos Santos, do Aislan... Ele (Aislan) já entrou em campo vaiado, e isso é muito triste. Apesar do resultado, a equipe está em primeiro lugar. Me entristece muito ver um atleta meu vaiado e eu passo isso para os jogadores. Algumas pessoas vaiando desde o início, e isso atrapalha. Existem alguns jogadores que não se abatem, mas outros se abatem".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos