Mina explica motivo para ignorar Europa e dizer 'sim' ao Palmeiras

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo

  • Fabio Menotti/Ag Palmeiras

    Mina encontrou-se com o torcedor na última quinta, um dia antes da apresentação

    Mina encontrou-se com o torcedor na última quinta, um dia antes da apresentação

Depois de duas visitas ao Allianz Parque, Yerry Mina, enfim, vestiu de fato a camisa do Palmeiras pela primeira vez. O defensor foi apresentado na Academia de Futebol como novo reforço do clube de Palestra Itália e explicou os motivos pelos quais ignorou sondagens da Europa para acertar contrato com o atual líder do Campeonato Brasileiro.

"Agradeço a Deus por esta grande oportunidade de vida e futebol. Escolhi o Palmeiras porque é uma grande família, é o maior campeão de títulos do Brasil e tem grandes conquistas internacionais. É uma grande equipe", afirmou o defensor de 21 anos.

"Tomei a melhor decisão, tenho certeza. Agora é trabalhar para fazer as coisas da melhor maneira e ser campeão no final do ano", declarou o colombiano, que deverá ter três rodadas para mostrar serviço.

Mina fez parte da seleção colombiana pré-olímpica e provavelmente estará na lista definitiva para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, a ser divulgada no próximo dia 18 - até esta data, o Palmeiras tem pela frente Sport, Santos e Internacional.

O jogador está inscrito no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF e à disposição para encarar o Sport, na próxima segunda-feira, às 20h (de Brasília), na Ilha do Retiro. Mina deseja estrear na próxima semana, já que terá pouco tempo para impressionar Cuca neste início de trajetória na Academia de Futebol.

"Eu estou tranquilo. Quando falei com meu tio, meu representante, que não teria férias, encarei como uma responsabilidade a mais para fazer as coisas bem. Venho com ritmo e espero demonstrar no campo de jogo", destacou o colombiano, que promete repetir o compatriota Armero, rei das 'danças' no Palmeiras.

"Claro que já tenho uma dança pronta para o meu primeiro gol", sentenciou o defensor, também disposto a assumir uma função importante fora dos gramados. "Ontem (quinta) meus companheiros queriam que eu dançasse (risos). Tento transmitir alegria para a equipe. Quando o grupo está alegre, as coisas saem da melhor maneira", finalizou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos