Guardiola é apresentado no City, diz realizar sonho e "esquece" Mourinho

Do UOL, em São Paulo

O técnico Pep Guardiola concedeu sua primeira entrevista coletiva como treinador do Manchester City na manhã deste domingo (03). Contratado junto ao Bayern de Munique, o espanhol celebrou a oportunidade de assumir o comando de um dos mais poderosos times do futebol inglês.

"Venho para demonstrar o que posso fazer aqui com meu staff técnico, com os jogadores que estão e com os novos que virão. Quero que nossos torcedores, uma vez que a temporada tenha acabado, tenham desfrutado a equipe", iniciou o treinador.

De acordo com o técnico, um de seus objetivos no clube inglês será aumentar o aproveitamento da categoria de base. Lembrando suas origens em La Masia, Pep destacou que ter jogadores formados em casa também é um desejo dos torcedores.

"Cresci em uma das melhores academias do mundo. A esperança dos jovens é chegar ao time principal. Creio que os torcedores do City precisam de jogadores que subam da base para que se sintam dentro do clube", avaliou Pep.

Ainda segundo Pep, é cedo para traçar qual será o esquema tático usado pela equipe na próxima temporada. De acordo com o treinador, a ideia é aproveitar os jogadores de acordo com suas melhores características.

"Minhas táticas se adaptam à qualidade dos meus jogadores. Não existo nada que meus jogadores não possam dar. Amo o futebol, me sinto bem neste mundo e os jogadores precisam me conhecer também. Ser um bom companheiro é o mais importante, temos que pensar em como podemos fazer o melhor para o clube. Estamos aqui para fazer um clube melhor", salientou Pep.

O técnico ainda revelou que um de seus sonhos como jogador era atuar pelo Manchester City, algo que chegará próximo de acontecer agora que assumirá o comando técnico da equipe. E, como novo treinador, já precisou responder sobre uma das principais especulações da janela de transferências envolvendo o clube: a possível contratação de Lionel Messi.

"O Messi é um grande jogador, mas precisa permanecer no Barça até que se aposente", desconversou Guardiola.

Por fim, o técnico declarou que os torcedores precisam ir ao estádio para acompanhar a equipe e o futebol jogado por ela, e não o treinador. Mesmo assim, Guardiola reconheceu que existem grandes treinadores no futebol inglês. Neste momento, Pep citou nomes de diversos técnicos, mas se "esqueceu" de citar José Mourinho, que assumiu o comando do Manchester United.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos