Jesus ignora assédio e decreta: 'Está definido, vou ficar no Palmeiras'

Do UOL, em São Paulo

Mais uma vez protagonista de uma vitória do líder do Campeonato Brasileiro, o atacante Gabriel Jesus respondeu novamente sobre o assédio do futebol europeu. Na noite desta segunda-feira, depois do 3 a 1 sobre o Sport, na Ilha do Retiro, a revelação do clube de Palestra itália adotou um discurso firme para decretar a permanência até o fim da competição nacional.

"Já está definido. Minha vontade é ficar no Palmeiras, confio no meu trabalho, no trabalho do professor Cuca. A equipe é muito boa hoje", discursou Gabriel Jesus, que pensa na disputa pelo título brasileiro. 

"Como eu sempre disse nas entrevistas: 'sempre foi minha vontade ficar no Palmeiras'. Pode atrapalhar um pouco esse assédio, então meu foco é o Palmeiras. A gente esta lutando pelo título, então estou muito feliz aqui", sentenciou, em entrevista ao programa Bem, Amigos, do Sportv.

Gabriel Jesus se tornou nas últimas semanas um dos principais alvos do mercado europeu. Equipes como Barcelona, Internazionale, Juventus e Bayern de Munique manifestaram interesse no atleta, que possui um lobby interno para permanecer.

O próprio técnico Cuca, mais uma vez, pediu a permanência do jogador para o restante da disputa do Campeonato Brasileiro. O Palmeiras lidera a Série A com 28 pontos, três a mais do que o arquirrival Corinthians.

"É natural que o Gabriel Jesus vá sair. Ele é um grande jogador, uma grande pessoa e tem um grande futuro. Não precisa acelerar as coisas. Tive jogadores que saíram e não tiveram depois as condições de jogar na seleção brasileira. O Gabriel, em qualquer time grande da Europa, terá condições de servir à seleção", analisou o treinador, em entrevista ao mesmo programa de televisão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos