Romário consegue prorrogar investigação na CBF em CPI no Senado até agosto

Do UOL, em São Paulo

  • Renato Costa/Folhapress

    Senador quer ouvir nomes como Marco Polo del Nero e Ricardo Teixeira

    Senador quer ouvir nomes como Marco Polo del Nero e Ricardo Teixeira

O senador Romário (PSB-RJ) requereu nesta terça-feira, em discurso no Senado, a prorrogação da investigação sobre a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) na Cpi do Futebol. A medida foi apoiada por 54 senadores, equivalente a dois terços da casa.

"É portanto vontade dessa casa, claramente manifestada por número tão expressivo de assinaturas", defendeu Romário em seu pronunciamento. O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), aceitou a leitura do requerimento "com muita satisfação".

 

Com o "amplo apoio", segundo Romário, a investigação sobre a CBF foi prorrogada até agosto. Segundo o senador, a comissão terá a oportunidade de ouvir nomes como Marco Polo del Nero, presidente da CBF, e um de seus antecessores no cargo, Ricardo Teixeira.

Confira o comunicado divulgado por Romário:

"Acaba de ser lido no plenário do Senado Federal o requerimento de prorrogação da CPI do Futebol. A continuidade das investigações foi apoiada por 54 senadores, 2/3 dos parlamentares, o que comprova o amplo apoio aos trabalhos da CPI."

"Teremos agora a oportunidade de ouvir peças fundamentais deste inquérito, como o atual presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, e o ex-presidente Ricardo Teixeira. Com mais tempo, conseguiremos ampliar o foco das investigações para enviar ao Ministério Público e à Polícia Federal todas as informações sobre a máfia que domina o futebol brasileiro."

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos