Após MLS, Gilberto quer fincar raízes no Brasil: 'Está na hora'

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Marcelo Sadio/vasco.com.br

    Última passagem de Gilberto pelo Brasil foi no Vasco, onde foi campeão carioca

    Última passagem de Gilberto pelo Brasil foi no Vasco, onde foi campeão carioca

Foram semanas de longas negociações e de muita incerteza. Infeliz na MLS, a liga de futebol dos Estados Unidos, Gilberto, enfim, conseguiu sua liberação do Chicago Fire na semana passada. Com seu nome correndo pelos corredores em clubes tradicionais como Vasco, Flamengo, Corinthians e Santa Cruz, o atacante se "refugia" ao lado dos familiares para recarregar as energias e focar em seu objetivo principal: fincar, definitivamente, raízes no futebol brasileiro.

Revelado pelo Santa Cruz e com passagem de destaque pela Portuguesa, o atacante apareceu de vez para o cenário nacional no Vasco, ano passado, quando foi campeão carioca e fez o gol do título. Anteriormente, já havia atuado no Internacional, mas as coisas não saíram como planejado. Com idas e vindas na MLS, ele acredita que não é mais o momento de se aventurar no exterior.

"Eu estou alguns dias em casa treinando, renovando minhas energias. Foi um processo difícil para sair da MLS. Quero, inclusive, agradecer aos caras, eles foram muito corretos comigo. Mas agora é dar prosseguimento no Brasil. É a melhor opção para mim. Aqui meus números são bons, melhores do que eu estava na MLS. Acho que está na hora. Estou com 27 anos. Quero usar a experiência que eu adquiri tanto fora quanto dentro do Brasil", destacou ao UOL Esporte.

De concreto por aqui, Gilberto tem propostas de Vasco e Santa Cruz. Porém, seu nome já foi ventilado em Corinthians e Flamengo. Apesar de não estar nos planos voltar para o exterior, ele ainda tem ofertas do Peñarol, do Uruguai, e de um clube mexicano.

Enquanto seu futuro não se define, o atacante mata a saudade de parentes e amigos em Piranhas, cidade do interior de Alagoas. E é entre um mergulho e outro no rio São Francisco, conhecido como "Velho Chico", que ele refresca corpo e mente no aguardo de sua nova equipe.

"Fui eu que pedi esse tempo de descanso para revigorar e ter energia para minha volta. Falei para o meu empresário para ele ouvir todo mundo, sentar, conversar e ver qual era a melhor opção para poder acertar. Até porque é importante dar seguimento à carreira num lugar que te queira e que queira ver você atuando", disse.

A expectativa é a de que Gilberto defina seu futuro na próxima semana.  

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos