Argel evita atrito com direção após demissão no Inter: "Faz parte"

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Divulgação SC Inter

    Argel Fucks foi demitido após quarta derrota seguida e série de seis jogos sem vitória

    Argel Fucks foi demitido após quarta derrota seguida e série de seis jogos sem vitória

Argel Fucks evitou atrito com a diretoria do Internacional após ser demitido. Nesta segunda-feira (11), em nota oficial, o treinador usou palavras como entrega e esforço, mas reconheceu que o desempenho recente foi ruim.

"Infelizmente, os últimos resultados não foram os que a gente esperava e lutava para alcançar. A mudança faz parte e todo treinador está na dependência de vitórias para seguir no cargo, comigo não é diferente", diz o texto divulgado pela assessoria de imprensa do técnico.

Antes da derrota para o Santa Cruz, em Recife, Argel criticou a demora para contratação de reforços. E não ouviu nenhum dirigente dar apoio público durante toda a semana. A queda que parecia iminente virou oficial ainda na noite de domingo, em Pernambuco.

Agora, o Internacional corre atrás de um substituto. Abel Braga se recusou a negociar com a atual diretoria e Vanderlei Luxemburgo foi descartado. Mano Menezes, desempregado após sair do Shandong Luneng-CHI, é o mais cotado no momento.

Contratado em agosto de 2015, após a demissão de Diego Aguirre, Argel dirigiu o Internacional em 61 jogos. Conseguiu 60,6% de aproveitamento (32 vitórias, 15 empates e 14 derrotas) e conquistou a Recopa Gaúcha e o Campeonato Gaúcho.

Confira a íntegra da nota oficial de Argel Fucks:

Agradeço toda dedicação do grupo de jogadores, comissão técnica, funcionários e também o apoio e suporte que tive da direção, nestes quase 11 meses comandando o Internacional. Deixo o clube com a certeza de que houve esforço, entrega total e 100% de dedicação no trabalho. Morei e fui criado no Beira-Rio como jogador e pessoa; continuarei seguindo este clube em qualquer lugar em que estiver.

Que os torcedores sigam apoiando este grupo, que já deu alegrias neste ano, e sei que ainda pode muito mais. Sou muito grato a todos, pela forma como sempre se dedicaram em campo. Infelizmente, os últimos resultados não foram os que a gente esperava e lutava para alcançar. A mudança faz parte e todo treinador está na dependência de vitórias para seguir no cargo, comigo não é diferente.

Deixo o Internacional da mesma forma e com o mesmo pensamento da época em que saí do clube como atleta: com a certeza de que me tornei um profissional e uma pessoa melhor. Obrigado a todos que estiveram ao meu lado

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos