Acusado em desvio na base do Corinthians assume cargo em filial do clube

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Arquivo Pessoal

    Fábio Barrozo (à direita) ao lado do empresário americano Niki Apaza: novo diretor executivo do Tigres-RJ

    Fábio Barrozo (à direita) ao lado do empresário americano Niki Apaza: novo diretor executivo do Tigres-RJ

Menos de três meses após deixar o Corinthians por conta de um suposto esquema de desvio de dinheiro revelado pelo empresário americano Helmut Niki Apaza, Fábio Barrozo assumiu cargo em um parceiro corintiano.

Ex-gerente geral da base no Parque São Jorge, Barrozo agora é diretor executivo do Tigres-RJ. O clube localizado em Duque de Caxias é parceiro do Corinthians desde a temporada passada e recebeu jogadores corintianos por empréstimo durante esse ano. 

No novo clube, em que tem utilizado o sobrenome de Araújo, Barrozo se reporta diretamente ao deputado Washington Reis, sócio do Tigres-RJ e amigo do ex-presidente corintiano Andrés Sanchez em Brasília. Eles participaram em conjunto da contratação dos ex-jogadores Felipe e Pedrinho para o comando técnico no próximo Campeonato Carioca

Embora também seja próximo a Fábio, Sanchez negou ter feito qualquer indicação. "Não fui consultado e nem tenho que ser. Lá é uma empresa", afirmou Andrés em contato com a reportagem. A relação entre Corinthians e Tigres se mantém ativa até o fim da gestão do presidente corintiano Roberto de Andrade, em janeiro de 2018. Já Fábio Barrozo explicou que não poderia dar entrevistas sem autorização da assessoria de imprensa do Tigres. 

Comissão encerra oitiva de testemunhas e votará destino de envolvidos nos próximos dias

A comissão de conselheiros designada para apurar se houve infração ao Estatuto Social já encerrou o trabalho de apuração sobre o caso de desvio de dinheiro na base do Corinthians. Nos próximos dias - ainda não há data definida -, será votada a conduta de três nomes: o diretor de futebol adjunto Eduardo Ferreira, o diretor do departamento amador José Onofre de Souza Almeida e o conselheiro Manoel Ramos Evangelista, o Mané da Carne.

Dos cinco membros da comissão, apenas três terão direito a voto. José Luis Cecilio, Daniel Leon Bialski e Sergio Alvarenga. Carlos Roberto Elias e Luiz Eduardo da Silva participaram de todo o processo de apuração, mas foram impedidos de participar por já terem atuado como advogados de um dos investigados.

A comissão poderá votar por advertência, suspensão, desligamento e perda do cargo de conselheiros para Eduardo Ferreira, José Onofre e Mané da Carne. 

Alyson desiste de sair e é reintegrado no Corinthians

Envolvido no episódio por ter seus direitos supostamente vendidos ao empresário americano, o jovem atacante Alyson Mota desistiu de deixar o Corinthians. Ele movia ação contra o clube na Justiça e solicitava o direito a rescisão, o que foi negado recentemente.  

As partes entraram em acordo, e Alyson tem realizado uma série de exames e avaliações para ser integrado ao elenco do treinador Márcio Zanardi na equipe juvenil. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos