Marcos Assunção sobre Valdivia: "é craque, mas só joga quando quer"

Do UOL, em São Paulo

  • Ricardo Nogueira/Folhapress

A briga entre Marcos Assunção e Valdivia em 2012 ainda rende curiosidade. O brasileiro deu um soco no chileno durante uma discussão no vestiário. Em entrevista ao jornal Estado de São Paulo, Assunção disse não ter problemas com o ex-companheiro de Palmeiras, mas que "ele só joga quando quer".

Perguntado se tinha inimigos no futebol, Marcos Assunção respondeu que não, mas "nem o Valdivia"? Foi então que o passado voltou a destaque.

"É normal as pessoas terem pensamentos diferentes, mas já é passado. Eu torço para que ele consiga exercer a profissão e não se machuque. Ele é  craque e um dos melhores com quem joguei, mas ele só joga quando quer e muitas vezes ele não queria", comentou ao jornal.

O motivo da briga: "Ele falou um monte de bobagem em um momento de tristeza minha.   Eu estava com o joelho ruim, tomando infiltração e ele falou que eu estava fazendo isso para aparecer na imprensa e para a torcida. Foi um momento infeliz dele e meu. Não é bom ter essa imagem, pois somos pai de família e quero ser exemplo para o meu filho", relembrou.

A briga no vestiário aconteceu em novembro de 2012, antes do empate fora de casa com o Flamengo que rebaixou o clube paulista à Série B do Campeonato Brasileiro.

Aposentado desde maio, Assunção disse que tem saudades de seus gols de falta no futebol. "Eles (os gols) não vão mais passar na segunda-feira nos programas de esporte (risos). Mas, tudo na vida tem começo, meio e fim".
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos