Dona do Esporte Interativo também quer direitos de transmissão do Argentino

Do UOL, em São Paulo

  • EITAN ABRAMOVICH/AFP

O grupo norte-americano Turner, dona do canal brasileiro Esporte Interativo, fará proposta de aproximadamente R$ 600 milhões para arrematar os direitos de transmissão do futebol argentino.

Na sexta-feira (14), de acordo com o jornal Olé, haverá reunião entre representantes do governo do país responsáveis pelo programa Futebol para Todos, diretores da Turner e dos clubes para que seja alinhada a base do contrato.  

A estrutura do futebol argentino passa por mudanças na esteira da crise da Associação de Futebol Argentino (AFA). Também nesta quinta, foi aprovada a Superliga: a partir de agora, os clubes organizarão as duas primeiras divisões locais. A AFA segue responsável pelas inferiores e pela seleção.

Por causa da aprovação da Superliga, informa ainda o diário esportivo, o governo argentino, que investiria cerca de R$ 550 mi até 2019 por meio do programa Futebol para Todos, pode pedir suspensão do aporte financeiro.

No Brasil, o Esporte Interativo, da Turner, assinou acordo de transmissão de jogos do Campeonato Brasileiro com 15 clubes, sendo sete da Série A. Os contratos passarão a valer a partir de 2019.

A informação está em processo do Cade (Conselho de Administração do Direito Econômico), que investiga a negociação de direitos do Brasileiro-2019 e mandou questionamentos para Globo, Esporte Interativo e um grupo de clubes.

Ao responder seu questionário, a Turner listou os times com os quais já fechou contrato. Da Série A, foram Atlético-PR, Coritiba, Internacional, Santos, Santa Cruz, Figueirense e Ponte Preta. Da Série B, assinaram Bahia, Ceará, Sampaio Corrêa, Criciúma, Joinville, Paysandu e Paraná. E há o Fortaleza, da Série C.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos