Grêmio sonda Diego, mas salário de R$ 800 mil veta proposta

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • OZAN KOSE / AFP

    Diego chegou a ser sondado pelo Grêmio, mas os valores vetaram investida

    Diego chegou a ser sondado pelo Grêmio, mas os valores vetaram investida

O Grêmio reabriu a procura por um meia e chegou a sonhar alto. Diego, ex-Santos e que atualmente defende o Fenerbahce foi procurado, mas a pedida de R$ 800 mil por mês de salários e mais luvas na casa dos R$ 5 milhões vetaram qualquer proposta. 

O presidente Romildo Bolzan Júnior confirma a procura gremista. "É um jogador de muita qualidade. Mas está totalmente fora dos padrões do clube", disse o mandatário. 
 
O Grêmio não chegou a conversar com Diego, mas com o estafe do jogador. Não fez proposta, mas uma consulta sobre as bases para contratar o jogador. Se assustou com o preço e já o riscou da lisa de alvos. 
 
As luvas seriam divididas durante ao menos três anos de contrato. Sendo assim, o salário de R$ 800 mil mais as luvas deixaria o jogador custando algo próximo de R$ 1 milhão mensal. 
 

Flamengo na parada

O Flamengo também avalia a contratação de Diego. O clube, a exemplo do Grêmio, se assustou com os valores pedidos pelo jogador. A janela de transferências internacionais fecha-se na próxima terça-feira e qualquer ação precisaria ser rápida. 
 
Diego tem 31 anos e no Brasil defendeu apenas o Santos. Deixou o país em 2004 e passou por Porto, de Portugal, Werder Bremem e Wolfsburg, na Alemanha, Juventus, da Itália, Atlético de Madrid, na Espanha e Fenerbahce, na Turquia. O armador tem mais um ano de contrato por lá. 
 

Argentino esteve acertado

Enquanto isso, o Tricolor chegou a se acertar com o argentino Pablo Barrientos. O armador, também de 31 anos, seria contratado como alternativa a Douglas. No entanto, para liberação o San Lorenzo pediu que o Grêmio assumisse uma dívida que o clube tinha com o jogador. Sem entender que deveria pagar, o Tricolor saiu do negócio. 
 
Com isso, o mercado interno vira alternativa para buscar alternativas. O Grêmio, contudo, não vê muitas alternativas. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos