Palmeiras pode ser punido após isqueiro ser arremessado no gramado

Do UOL, em São Paulo

O Palmeiras deverá ser julgado novamente pelo STJD por conta de atos de sua torcida. No clássico contra o Santos, disputado na última terça-feira (12), no Allianz Parque, torcedores alviverdes arremessaram um isqueiro no gramado durante a comemoração do gol marcado por Gabriel Barbosa. O ato foi relatado por Wilton Pereira Sampaio na súmula e poderá resultar em punições ao clube.

O cronômetro da partida marcava 10 minutos do segundo tempo quando Gabriel Barbosa recebeu a bola na entrada da área, ajeitou e finalizou contra a meta de Fernando Prass. Após um desvio que tirou o goleiro da jogada, o atacante abriu o placar e foi comemorar em frente à torcida alviverde com as mãos nas orelhas, em clara provocação aos palmeirenses. A atitude gerou irritação dos torcedores, que arremessaram um isqueiro na direção do atacante santista.

O volante Renato, que estava próximo na hora da comemoração, recolheu o objeto, que continha o emblema do clube alviverde, e entregou ao árbitro. Wilton Pereira Sampaio relatou o ocorrido na súmula, salientando que ninguém foi atingido pelo objeto.

"Informo que aos 11 minutos do segundo tempo, na comemoração do gol da equipe do Santos, próxima à linha de meta defendida pela equipe do Palmeiras, foi arremessado para dentro do campo de jogo, pela torcida do Palmeiras, um isqueiro verde com símbolo do Palmeiras, que não atingiu ninguém."

Esta não é a primeira vez que o Palmeiras tem problema com seus torcedores por conta da má conduta nos estádios. O clube já havia sido punido pelo STJD pela briga entre palmeirenses e flamenguistas no estádio Mané Garrincha, em Brasília. A equipe paulista deverá realizar um jogo sem a presença de seus torcedores. Contudo, como o clube entrou com pedido de efeito suspensivo, a punição ainda não foi aplicada.

Caso o Palmeiras seja denunciado pelo STJD no artigo 213, que aborda objetos atirados no campo invasões de torcedores, uma multa de R$ 100 a R$ 100 mil poderá ser aplicada. Caso o órgão avalie o caso como de "elevada gravidade" a punição poderá ser ampliada para perda de mando de campo de até 10 partidas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos