Como Neymar quer ampliar sua marca e conquistar mercado nos EUA e na Ásia

Luiza Oliveira*

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação

    Neymar já estrelou campanha do McDonald's no Oriente Médio e tenta ampliar sua marca

    Neymar já estrelou campanha do McDonald's no Oriente Médio e tenta ampliar sua marca

Neymar já se tornou um grande astro no Brasil e já marcou seu espaço na Europa. Não à toa entrou na lista da Forbes como uma das celebridades mais bem pagas do mundo. Mas o céu não é o limite para ele. O atacante quer se tornar ainda mais conhecido, fortalecer a sua marca e conquistar mercado também nos Estados Unidos e na Ásia.

Na América do Norte e nos países asiáticos Neymar ainda tem uma área restrita de atuação e fica bem atrás de ídolos como Cristiano Ronaldo e Messi. O argentino, por exemplo, tem um perfil na rede social chinesa, o Tencent Weibo, com milhões de seguidores.

Para aumentar sua abrangência, Neymar conta com o apoio da Red Bull, um de seus patrocinadores. O UOL Esporte apurou que o atacante aposta na força da marca de energéticos para entrar em lugares que ele ainda não domina. Uma das estratégias em conjunto foi o campeonato de futebol amador de cinco contra cinco que o craque promoveu no último fim de semana, em seu instituto, em Praia Grande (SP). O evento reuniu 50 times de 47 países.

Os organizadores tiveram atenção especial com os Estados Unidos, tanto que fizeram nada menos que 18 seletivas no país para escolher o time que viria ao Brasil. Ainda na América do Norte, vieram dois times do Canadá, um representante do lado Leste e outro do lado Oeste.

A Ásia também mereceu destaque. Vários times do torneio vieram daquele lado do mundo, alguns de países bem distantes como Maldivas, Paquistão, Malásia, Kuwait, Índia e Japão. Foi bancada ainda a vinda de jornalistas de alguns dos principais veículos do Japão para cobrir o evento.

Neymar já vem conseguindo ampliar sua área de atuação. Nos dois últimos anos, durante suas férias no Barcelona, ele foi ao Japão passar alguns dias para cumprir compromissos publicitários. Ele participou de eventos com crianças, fez campanha para a marca de colchões Tokyo Nishikawa e compareceu a programas de televisão. Inclusive, levou os parças com ele.

Não é à toa que o mercado asiático enche os olhos de Neymar. Segundo a imprensa japonesa, apenas o contrato com a marca de colchões rende ao jogador 4 milhões de dólares por quatro anos de acordo. No fim de 2014, Neymar firmou um contrato com a empresa de xampú MYYK no valor de US$ 1 milhão.

No Catar, ele também vem crescendo. Em 2015, ao lado de Piqué, ele foi o escolhido pela Qatar Airlines, que patrocinava o Barcelona, para representar o clube em vários compromissos em Doha. A popularidade dele impressionou até representantes do Barcelona.

Nos Estados Unidos, Neymar usou uma estratégia diferente para ganhar notoriedade. Além de alugar uma casa na Califórnia durante as férias, ele contratou um especialista que tem o trabalho de fazer "conexões' entre celebridades. Dave Osohow contou à revista Sports Illustrated que arrumou encontros entre Neymar e estrelas como Selena Gómez, Joe Jonas, Justin Bieber, Jamie Foxx  além do piloto de Fórmula 1 Lewis Hamilton e astros da NBA como Klay Thompson e Stephen Curry.

Enquanto tenta conquistar mais território pelo mundo afora, Neymar já joga em casa no Brasil e na Europa. Prova disso é que foi eleito a 72ª celebridade mais bem paga do mundo pela revista Forbes recentemente. Ele faturou R$ 123 milhões no ano. Entre brasileiros, apenas a modelo Gisele Bündchen está na lista.

Na Europa, chama a atenção sua popularidade. Pelas ruas da Espanha, Itália, França e outros países é comum ver o craque estampando capas de revistas, pôsteres e outdoors de diversas marcas não só relacionadas ao esporte, mas também diversas grifes famosas.

Até no lançamento da última camisa do Barcelona, o protagonismo do craque se fez presente. Nas fotos de divulgação, ele aparece com destaque à frente dos outros atletas do elenco, incluindo Messi, que estão enfileirados.

*Colaborou João Henrique Marques

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos