Atacante dos sumiços no Santos teve "Camaro perdido" e exageros na noite

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Divulgação/SantosFC

    Atacante Diogo Vitor coleciona sumiços no time profissional, sub 23 e sub 20 do Santos

    Atacante Diogo Vitor coleciona sumiços no time profissional, sub 23 e sub 20 do Santos

O atacante Diogo Vitor, considerado uma das principais revelações do Santos entre os profissionais do clube, tem fama de craque e 'baladeiro' nos bastidores da Vila Belmiro. Não é por acaso que o jogador coleciona sumiços, incluindo faltas em treinos do time principal, de Dorival Júnior, do time B, de Kleiton Lima, e da equipe sub 20 do alvinegro praiano.

Após revelar que o jogador comprou um Camaro com o dinheiro que recebeu de luvas em seu primeiro contrato com o Santos e depois sumiu do clube por mais de quatro meses, o UOL Esporte apurou que o polêmico atacante perdeu o seu carro importado para pagar dívidas.

Muito se deve ao fato de a revelação santista ter exagerado nas noitadas, gastando dinheiro em diversões com amigos. Tudo isso ocorreu no período em que ele esteve sumido do clube, antes mesmo dele ser integrado ao elenco profissional e depois devolvido ao time B por indisciplina. Agora, diretoria e comissão técnica torcem para que o talentoso atacante entre na 'linha' sob o comando de Kleiton Lima, no sub 23.

Diogo Vitor gastava boa parte de seus vencimentos nas noitadas. Por conta disso, ficou endividado e precisou vender o Camaro, que ficou famoso nas ruas de Santos e também em Coqueiral-MG, onde reside a sua família recentemente.

"Ele curte mais a mulherada, balada. Na noite ele fica com três, quatro mulheres. Quando vem aqui (Coqueiral) é assim: pega uma e busca outra", afirmou o tio do jogador, Rodinei Vitor.  

Diogo Vitor é considerado diferenciado dentro de campo e, por isso, o clube investe em tratamento psicológico para recuperar o jogador. Ex-atletas do Santos, de renome, também foram acionados para aconselhar o garoto. Clodoaldo é principal conselheiro e até 'intercessor' do atleta em relação a diretoria. Por conta dele, a revelação santista não teve o seu contrato rescindido.

Clodoaldo e outros profissionais do clube insistem em recuperar Diogo Vitor, pois acreditam que ele pode ser um dos grandes atacantes do Santos em um futuro bem próximo.

UOL Esporte entrou em contato com Diogo Vitor, mas ele se recusou a falar com a reportagem. O Santos, por sua vez, alega que não fala sobre assuntos particulares de seus atletas.

Diogo Vitor coleciona sumiços no Santos

A revelação santista seria apresentada ao torcedor na Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano, mas ele sumiu e não participou da competição. Diogo alegou dor de dente e ainda rejeitou o tratamento do clube.

Em seguida, no segundo sumiço, Digo Vitor alegou que a avó havia falecido. A cúpula santista ficou sensibilizada com o fato e ligou na casa do jogador, mas se surpreendeu mais uma vez, já que a própria avó atendeu a ligação.

"Fiquei sabendo disso. Não entendi porque ele falou isso. Não sei se ele não falou a verdade ou se enganou, mas quem morreu foi a minha mãe, a bisavó dele", disse Maria Luiza, avó de Diogo Vitor.

Em abril deste ano, ainda em Minas Gerais, na cidade de Santana da Vargem, o atacante se envolveu em um acidente na madrugada. Ele estava em uma caminhonete que bateu em uma parede, mas ninguém se feriu.

Por tudo isso, Diogo Vitor foi suspenso no Santos e teria, inclusive, seu contrato rescindido. Mas a dificuldade para contratar jogadores no mercado e a qualidade técnica apresentada por ele nos seis anos de categorias de base no clube, fizeram a diretoria santista reavaliar a situação do jovem de 19 anos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos