Reforço que foi disputado com SP tem 6 meses de Palmeiras e ainda não jogou

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo

  • Diego Salgado/UOL

    Rodrigo ainda não teve uma oportunidade de atuar pelo Palmeiras

    Rodrigo ainda não teve uma oportunidade de atuar pelo Palmeiras

De disputado por dois clubes gigantes do país a encostado. Uma reviravolta no espaço de apenas seis meses. O volante Rodrigo, 22 anos, completou nesta semana meio ano de Palmeiras, sem ainda uma oportunidade de justificar a investida do clube de Palestra Itália, que enfrentou a concorrência pesada do São Paulo pela contratação

Anunciado como um dos primeiros reforços do Palmeiras para a temporada de 2016 e apresentado em 11 de janeiro, Rodrigo limitou-se a apenas trabalhar na Academia de Futebol durante este período de meio ano.

O camisa 20 palmeirense, que possui contrato de empréstimo até o final de 2017, acabou relacionado pela primeira vez somente para o dérbi de 12 de junho contra o Corinthians, pelo Brasileiro.

Foram três vezes na qual Rodrigo conviveu sob a expectativa de estrear pelo Palmeiras. Além do clássico contra o Corinthians, o volante esteve no grupo que venceu o Sport por 3 a 1, em 4 de julho, e no clássico contra o Santos, ocorrido na última terça e quando o jogador acabou cortado já no Allianz Parque.

Há algumas explicações para o veto a Rodrigo nestes seis meses. Deficiência técnica e física, em comparação aos companheiros, pesaram contra o jogador nas gestões de Marcelo Oliveira e Cuca, que falou sobre o meio-campista em entrevista concedida na última sexta-feira.

"Ele deu uma perdida de forma, levou um puxão de orelha. Melhorou a forma física e a técnica nas últimas semanas, se você melhora o físico, a técnica vem junto. Lógico que se for entrar não vai ter ritmo, mas temos confiança. Vamos ver. Daqui a pouco tem outra competição junto (Copa do Brasil)", afirmou o treinador.

Cuca atestou os problemas de Rodrigo e, ao mesmo tempo, destacou a evolução do jogador nas últimas semanas. O treinador, inclusive, alertou o volante sobre a cobrança que o atleta ex-Goiás enfrentará pela frente, quando, enfim, receber uma chance.

"É um jogador que precisa ter jogo. Quando for posto na arena, tem que mostrar o talento que tem. Eu sempre estou falando: estejam preparados, porque quando precisar vocês entram, os fiscais são torcedores, imprensa e seus companheiros. Se o potencial for maior de quem está jogando, vai continuar", declarou.

O Palmeiras divulgará os relacionados para a partida contra o Internacional, marcada para este domingo, às 16h (de Brasília), somente depois do treinamento deste sábado. Fica a expectativa para se Rodrigo, enfim, ganhará uma oportunidade.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos