Inter manda dirigente ao Uruguai para acelerar negócio de Nico López

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • AP Photo/Andre Penner

    Nico López assinará por quatro anos com o Inter. Mas precisa fechar até terça-feira

    Nico López assinará por quatro anos com o Inter. Mas precisa fechar até terça-feira

O Internacional corre contra o tempo para ter Nico López, 22 anos. Lutando contra o fim da janela de transferências no Brasil, que ocorre na terça-feira (19), o Colorado enviou a Montevidéu um dirigente com a missão de acelerar o trâmite burocrático envolvendo o Nacional.

A viagem do representante do Inter ocorreu no último final de semana. Em solo uruguaio, ele se encontrou com Nico López e dirigentes do Nacional.

Nesta segunda-feira, o time uruguaio já deu sua parte na transferência como executada.

"Os documentos estão prontos, foram assinados e não é necessário que a AUF (Associação Uruguaia de Futebol) esteja aberta", contou Guillermo Peña, diretor do Nacional, à rádio Sport 890 de Montevidéu. "Nacional já cumpriu sua parte. Só falta carregarmos os documentos no computador e enviarmos. Vamos enviar dentro do prazo", completou.

O Internacional ainda aguarda o repasse da documentação no sistema TMS (Transfer Matching System) da Fifa. Depois do Nacional, é a vez da Udinese liberar a papelada na plataforma digital. Feito isso, o Colorado corre para CBF para legalizar o registro do uruguaio.

Emprestado ao Nacional, Nico López foi destaque do time na Copa Libertadores de 2016. O Internacional negocia com a Udinese desde abril e retomou as tratativas na última semana. O clube gaúcho contará com auxílio do empresário Delcir Sonda para pagar o time italiano por 50% dos direitos do jogador.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos