Blogueiros: O que esperar de Ganso em sua primeira chance na Europa

Do UOL, em São Paulo

  • EDUARDO VALENTE/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

    Sevilla será o terceiro clube na carreira profissional de Paulo Henrique Ganso

    Sevilla será o terceiro clube na carreira profissional de Paulo Henrique Ganso

Negociado com o Sevilla, da Espanha, Paulo Henrique Ganso terá a sua primeira chance longe do Brasil. Depois de brilhar no Santos e viver altos e baixos no São Paulo, será que ele vai dar certo no futebol europeu? Qual a principal dificuldade que o meia encontrará? Os blogueiros do UOL Esporte respondem:

André Rocha

Se Jorge Sampaoli conseguiu tirar o melhor de Valdívia na seleção chilena, por que não de Ganso no Sevilla? Até porque Bauza já fez boa parte do trabalho, estimulando o meia a ser mais competitivo, intenso e aparecer na área para finalizar. Tem tudo para dar certo.

A maior dificuldade sempre é a adaptação. Até porque será um novo treinador e um novo meia pensador numa equipe que foi vencedora com Unai Emery e Éver Banega. Uma filosofia de jogo diferente também. Os trunfos de Ganso sempre serão a técnica e a visão de jogo privilegiadas.

Juca Kfouri

Ganso jogará como primeiro volante no Sevilla segundo quer o Sampaoli. E aposto que dará certo. Ele faz a bola correr, o que é mais importante do que ser veloz.

Mauro Beting

Foi excelente para ele, ótimo para o Sevilla, bom para os cofres do São Paulo, péssimo para Bauza. Ele tem técnica e inteligência para se adaptar rapidamente. Mas precisa saber que é outro futebol. Precisa jogar mais sem a bola.

Inteligência e elegância ele tem. Precisa jogar mais para o time e com o time.

Menon

Ganso está indo para um time respeitado e para o campeonato mais forte, onde estão os grandes craques. E uma situação que o ajuda.

A maior dificuldade que terá é corresponder a expectativas exageradas. Há quem o considere um gênio e o cobre por isso. Não é o caso. Se houver um entendimento de que pode ser fundamental sem ser genial, poderá vencer. Há ainda o trunfo de haver sido indicado por Sampaoli, que é um grande treinador. Sabe o que esperar dele.

PVC

Não sei se vai jogar como meia ou volante. Acho que o novo Sevilla será forte e ele será importante.

Dificuldade é a lentidão. Trunfo é a vontade de se adaptar.

Vitor Birner

Há muitos pontos favoráveis para o jogador. Foi pedido por Sampaoli, treinador que conhece como atua, privilegia toque de bola e conseguiu arrumar como escalar Valdívia na a seleção. Ganso é mais esforçado que o meia chileno. Além disso, o clube da Andaluzia monta times competitivos e o campeonato espanhol tem menos choque físico que a Bundesliga e a Premier League. O Sevilla ocupa, hoje, os postos mais altos do segundo escalão no continente. Todas as maiores agremiações observam quem joga no Ramón Sánchez [estádio do Sevilla]. Tem tido para funcionar se for humilde e quiser melhorar na parte coletiva.  Fez isso com Bauza, mas ainda não tem a dinâmica necessária. 

Se atuar como o Pirlo, tal qual afirmaram que Sampaoli pretende, a noção de cobertura (posicionamento), a velocidade e a força física dos oponentes serão os obstáculos que necessita, e pode ultrapassá-los. Se for o meia, ficar sempre próximo da bola em vez de aguardar que o time jogue para que brilhe, como sempre aconteceu na Vila Belmiro e no Morumbi, e principalmente a recomposição do sistema de marcação.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos