Jornal: Chelsea ameaça acionar Fifa por assédio do Atlético sobre D. Costa

Do UOL, em São Paulo

  • AFP

    Chelsea está incomodado com o assédio do Atlético de Madri pelo atacante

    Chelsea está incomodado com o assédio do Atlético de Madri pelo atacante

O Chelsea está extremamente incomodado com o assédio do Atlético de Madri pelo atacante Diego Costa. Após recusar duas ofertas do clube espanhol pelo centroavante, os ingleses prometem tomar uma atitude caso os colchoneros não desistam da transferência.

Segundo o jornal inglês "The Sun", Chelsea estuda acionar a Fifa para relatar o assédio do clube espanhol sobre o atacante. Diego Costa é o principal sonho de Simeone para o setor ofensivo da equipe na próxima temporada.

"Nós respondemos para eles de novo, foi a segunda vez, mas se isso continuar, teremos que usar outras opções, como apresentar uma denúncia junto a Fifa. Esperamos sinceramente que não seja necessário ir tão longe", declarou uma fonte dentro do clube.

Diego Costa já declarou à diretoria do clube inglês que gostaria de mudar-se para o Atlético de Madri na próxima temporada. Entretanto, o novo técnico do Chelsea, Antonio Conte, deseja contar com o atacante, o que impediu a negociação de seguir em frente.

Atlético de Madri já observa outros atletas

A situação do Atlético de Madri na atual janela de transferências não é nada confortável. Após as negativas do Chelsea em negociar Diego Costa, outra opção observada pelo clube espanhol é o centroavante Gonzalo Higuaín, do Napoli.

O atacante argentino, que marcou 36 gols na edição passada do Campeonato Espanhol, tem multa rescisória estipulada em 94,7 milhões de euros (R$ 339 milhões) e o Napoli exige o pagamento integral do valor para libera-lo. O montante exorbitante afastou os colchoneros, que agora vão em busca de uma opção mais econômica.

Segundo o jornal britânico "Sky Sports", Simeone teria indicado o atacante belga Divock Origi, que atualmente defende o Liverpool, para a diretoria do Atlético de Madri. Aos 21 anos, o atleta disputa posição com Christian Benteke e Daniel Sturridge, o que poderia facilitar sua saída em busca de mais minutos de jogo. Na temporada passada, o belga marcou sete gols em 28 partidas sob o comando de Jurgen Klopp.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos