Chávez festeja acerto com SP e admite influência de Calleri em conversas

Do UOL, em São Paulo

  • Dolores Ochoa/AP

    Atacante atuou com Jonathan Calleri no Boca e diz ter recebido 'boas referências'

    Atacante atuou com Jonathan Calleri no Boca e diz ter recebido 'boas referências'

O atacante Andrés Chávez deve chegar ao Brasil no final de semana para se apresentar a seu novo clube. No entanto, antes mesmo de deixar a Argentina, o jogador – que estava no Boca Juniors – se pronunciou a respeito do acerto, indicando a intenção de repetir o desempenho do amigo Jonathan Calleri no clube paulista.

"Dei os parabéns ao Calleri, porque ele teve uma grande passagem no futebol brasileiro. Quero conquistar títulos pelo clube e mostrar o meu futebol", disse Chávez, que chega por empréstimo até o final do primeiro semestre de 2017. O atacante foi companheiro de ataque de Calleri em 2015, conquistando dois títulos pelo Boca Juniors.

"O Calleri passou boas referências e disse que se sentiu muito bem no São Paulo. Ele foi bem recebido no clube, disse que foi lindo jogar no São Paulo e me incentivou ainda mais. Estou contente com isso. Tomara que eu consiga fazer o mesmo que ele fez em pouco tempo: gols. Atacante gosta de marcar gols, e é isso que irei buscar", declarou também.

Chávez, de 25 anos, começou sua carreira no Banfield e acertou sua transferência para o Boca Juniors em 2014. Em 2016, disputou 22 jogos pelo clube de Buenos Aires, avançando até as semifinais da Copa Libertadores da América. Agora, chega ao São Paulo para disputar o Campeonato Brasileiro.

"Estou muito contente com a oportunidade de jogar no São Paulo, porque é um clube grande do Brasil. Estou motivado com esta nova etapa na minha vida. É um passo importante e vou tratar de fazer o meu melhor no clube para agarrar esta chance. Vou com vontade para seguir crescendo na carreira e, assim, ajudar a equipe na busca por títulos. Que seja uma grande passagem, e eu possa representar a torcida em campo", disse Chávez, otimista com a oportunidade de trabalhar com o técnico Edgardo Bauza.

"Estou muito contente de ter recebido o respaldo do Bauza, porque é um grande treinador e conhecido pelos seus feitos. Por onde ele passou, conquistou títulos e foi importante. E tenho certeza de que será assim no São Paulo também. Estou feliz pelo interesse dele em contar comigo, porque isso me dá mais vontade de ir para o Brasil e corresponder. Tomara que eu possa ajudar a equipe e ganhar muitas coisas no clube", completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos