Grêmio conclui negócio e anuncia venda de Giuliano ao Zenit

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

    Meia deixa Grêmio após dois anos e sequer faz despedida oficial

    Meia deixa Grêmio após dois anos e sequer faz despedida oficial

Giuliano não é mais jogador do Grêmio. No início da noite desta quinta-feira (21), o clube gaúcho concluiu a negociação com o Zenit, da Rússia. O meia sequer joga contra o São Paulo no domingo, em partida da 16ª rodada do Brasileirão.

"O negócio está concluído. Foi bom para o Grêmio, bom para o Giuliano. Todas as partes ficaram bem", disse Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio, ao UOL Esporte.

O Grêmio não confirma oficialmente, mas o valor da operação foi de 6,35 milhões de euros (R$ 22,4 milhões na cotação atual). O clube ficará com um pequeno lucro. A maior fatia servirá para quitar o investidor Celso Rigo, que em 2014 bancou a compra de Giuliano junto ao Dnipro, da Ucrânia.

Giuliano recebia cerca de R$ 700 mil por mês, um salário acima do teto criado no ano passado. Sua saída rende, na visão da diretoria, lucro pequeno com a transação e fôlego grande nas finanças. Até o fim do vínculo, o camisa oito receberia mais de R$ 20 milhões em vencimentos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos