Sem Real e Barça, Lucas Lima torce para Plano A do Borussia melar

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Rivaldo Gomes/Folhapress

    O santista Lucas Lima é Plano B do Borussia Dortmund, da Alemanha

    O santista Lucas Lima é Plano B do Borussia Dortmund, da Alemanha

O meia Lucas Lima não recebeu nenhuma proposta do futebol europeu nesta janela de transferências internacional. O camisa 20 do Santos sonha em jogar no Real Madrid e Barcelona, mas os clubes espanhóis não abriram negociações pelo atleta até o momento.

Ao seu estafe, Lucas Lima já começa a admitir que o sonho de atuar no Barça ou no Real pode não se realizar. Desta forma, o meia começa a cogitar uma opção um pouco mais modesta. O UOL Esporte apurou entre os representantes do jogador que o meia é a segunda opção do Borussia Dortmund, da Alemanha, para reforçar o meio-campo.

A primeira é um recente ídolo do clube alemão, Mario Gotze, que deixou o Borussia Dortmund para jogar no rival Bayern de Munique em 2013. Agora, o Dortmund pode desembolsar entre 23 e 27 milhões de euros para recontratá-lo. Ele foi vendido por 37 milhões de euros.

Os 23 milhões de euros seriam aceitos pelo Santos caso o Borussia oferecesse este montante por Lucas Lima. A diretoria santista está pressionada em relação ao camisa 20, pois caso não negocie o meia até o fim deste ano, será obrigada a comprar os 80% dos direitos econômicos do meia, que pertencem a Doyen Sports.

Na prática, se a Doyen assim exigir a partir de janeiro, o Santos terá que desembolsar mais de R$ 7,3 milhões. Esse montante já está com os valores corrigidos em cima dos R$ 5,5 milhões pagos pela Doyen em 2014 para adquirir os 80% dos direitos econômicos do meia (o contrato prevê que o clube tem que pagar 10% de juros ao ano).

Porém, caso o Santos negocie o jogador em 2017, o clube terá que pagar outra quantia para a Doyen. Nesse caso, a Doyen ainda levará 80% do total da venda.

Os direitos econômicos de Lucas Lima estão divididos entre a Doyen Sports (80%), Santos (10%) e Khodor Soccer (10%).

Edson Khodor, inclusive, é o representante oficial de Lucas Lima judicialmente. Ele tem contrato com o atleta até dezembro de 2018. Por isso, o agente negocia com Wagner Ribeiro e a empresa de Neymar pai para assinarem uma parceria na representação do jogador.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos