Simeone pode assumir seleção argentina e seguir no Atlético, diz dirigente

Do UOL, em São Paulo

  • Reuters / Stefan Wermuth

    Simeone

    Simeone

O treinador Diego Simeone, que tem realizado excelentes campanhas no comando do Atlético de Madri, é o nome mais forte para assumir o comando da seleção argentina, cujo cargo está vago desde que Tata Martino pediu demissão.

Segundo o jornal argentino "La Nación", Simeone será procurado pela Associação de Futebol da Argentina (AFA, na sigla) para assumir o cargo de técnico da seleção nacional. Para aumentar a chance de acerto, a AFA oferecerá ao treinador a possibilidade de permanecer à frente do Atlético de Madri.

De acordo com Fernando Marín, presidente da entidade "Futbol para Todos" e escolhido pelo governo argentino para trabalhar em parceria com os dirigentes da AFA durante a reestruturação da entidade, Simeone se encaixaria no mesmo caso dos atletas, que defendem seus clubes e representam a seleção nacional em datas Fifa.

"Ele poderia atender as obrigações de seu clube e, em datas de partidas internacionais, viajar com a nossa seleção. Se os jogadores argentinos que jogam na Europa fazem isso, Diego Simeone também poderia fazê-lo", revelou o dirigente.

A AFA aposta que um possível acerto com Simeone poderia ser o argumento necessário para convencer Lionel Messi a voltar para a seleção argentina. O astro do Barcelona decidiu que não atuaria mais pela equipe nacional após o vice-campeonato da Copa América Centenário, disputada nos Estados Unidos. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos