United acena que pode chegar a 40 milhões de euros para ter Gabriel Jesus

Pedro Lopes

Do UOL, em São Paulo

  • Lucas Figueiredo/MoWa Press

    Gabriel Jesus arranca com a bola dominada: em alta e como centroavante

    Gabriel Jesus arranca com a bola dominada: em alta e como centroavante

A briga de gigantes europeus por Gabriel Jesus, que começou com ofertas "modestas" de Barcelona (ESP) e Internazionale (ITA) e chegou ao Manchester City (ING) virou leilão. Depois de entrar na briga para afastar o rival inglês, o Manchester United acenou que pode aumentar a previsão inicial, de 35 milhões de euros, e chegar até 40 milhões, valor da multa rescisória original.

O UOL Esporte confirmou com fontes ligadas à negociação que os Diabos Vermelhos aumentaram a investida. O time inglês, comandado por José Mourinho, já havia indicado nesta sexta que pretendia oferecer salários superiores aos oferecidos pelo City.

Na Inglaterra, discute-se uma viagem do presidente alviverde Paulo Nobre a Manchester na próxima semana, mas pessoas ligadas à diretoria palmeirense afirmam que não há nenhuma previsão de saída do Brasil na agenda do mandatário.

Em um processo que teve até ligação de Guardiola para Jesus, o City, era, até esta sexta-feira, o favorito para levar o brasileiro, com um acordo encaminhado em torno de 32 milhões de euros. Se a investida do United se traduzir em proposta concreta, o destino do jogador pode mudar.

Os direitos econômicos de Gabriel estão divididos entre o advogado Cristiano Simões (47,5%, inclui-se neste número a parte do jogador), Fábio Caran (22,5%) e Palmeiras (30%). Seu contrato vai até dezembro de 2019.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos