Ex-presidente da Federação Alemã é suspenso por corrupção na Copa-2006

Do UOL, em São Paulo

  • Simon Hofmann

    Niersbach renunciou ao cargo de presidente da federação alemã após denúncias de corrupção

    Niersbach renunciou ao cargo de presidente da federação alemã após denúncias de corrupção

O ex-presidente da Federação Alemã de Futebol Wolfgang Niersbach foi suspenso por um ano de qualquer atividade ligada ao esporte. A decisão foi comunicada nesta segunda-feira, pelo Comitê de Ética da Fifa. O dirigente integrou esquema de compra de votos para a escolha da Alemanha para abrigar o Mundial de 2006, disputado no país.

Ex-vice-presidente do Comitê Organizador da Copa de 2006, Niersbach é suspeito de ter pago 6,7 milhões de euros para comprar os votos de membros da Ásia para a candidatura alemã na Copa de 2006. Ele nega as acusações.

Após o escândalo vir à tona no ano passado, o cartola renunciou à presidência da DFB em novembro.

A câmara decisória concluiu que Niersbach não impediu que condutas ilegais fossem adotadas na promoção do Mundial de 2006, incluindo violações no Código de Ética da Fifa. O dirigente foi conivente nessas ações, avisando o Comitê de Ética tardiamente.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos