Histórico animador vira combustível para Mano mudar a realidade do Cruzeiro

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

    Com Mano Menezes em 2015, Cruzeiro chegou a ficar 13 jogos invicto no Brasileirão

    Com Mano Menezes em 2015, Cruzeiro chegou a ficar 13 jogos invicto no Brasileirão

Não é segredo que a realidade do Cruzeiro no momento é fugir da zona do rebaixamento o mais rápido possível. Mas a chegada de Mano pode permitir ao clube sonhar não só em se safar das últimas colocações, mas almejar algo a mais neste restante de Brasileirão. Isso porque além da grandeza da agremiação, o histórico do treinador em sua primeira passagem é bastante positivo e foi fator determinante para a diretoria não pensar duas vezes em recontratá-lo. Com Mano, o Cruzeiro se afastou da degola no segundo turno de 2015 e até sonhou com a Libertadores no final do torneio. Sem sair pela porta dos fundos, deixou saudades em Minas e agora terá uma nova chance de retomar o bom trabalho.

"O Mano é o novo treinador do Cruzeiro. É um grande treinador e seu histórico diz o quanto ele representa. Teve uma boa passagem pelo Cruzeiro, o que dá uma segurança maior. Tivemos contratempo no decorrer do processo, mas ninguém trabalha para errar. O papel da diretoria é tentar corrigir o que estiver errado", comentou o diretor de futebol, Thiago Scuro.

TABELINHA: MANO É APOSTA PARA TENTAR CONSERTAR OS ERROS DA DIRETORIA DO CRUZEIRO, DIZEM MENON E MAURO BETING; OUÇA

Quando assumiu o Cruzeiro no Brasileirão de 2015, o clube somava apenas 25 pontos, na 23ª rodada. Com 62,5% de aproveitamento, levou o time ao oitavo lugar no final do ano. Para ter uma ideia, somente o líder o campeão Corinthians teve rendimento superior em todo o torneio. Atualmente, a situação é mais complicada nos números, mas não deixa de ser animadora com o novo treinador. O Cruzeiro encontra-se na 19ª colocação, com 15 pontos. Se alcançar o mesmo rendimento em seu retorno ao clube, Mano poderá chegar aos 56 pontos, uma mais que a pontuação celeste no ano passado. Para isso, terá um plantel recentemente formado, mas com jogadores mais tarimbados que os atletas da temporada passada.

Quando comparados separadamente os trabalhos Mano em 2015 com o desempenho dos seus dois antecessores, o novo treinador supera o português Paulo Bento (que teve 41,1%), mas perde para Deivid (que teve 70,3% de aproveitamento). Contudo, vale lembrar que o ex-centroavante dirigiu a equipe no início do ano, durante o Campeonato Mineiro, encarando adversários tecnicamente mais fracos que os oponentes do Brasileirão. Quando somados os números de Bento e Deivid, os 56,1% da dupla não superam o desempenho de Mano.

Mano Menezes estava no Caribe até a última segunda-feira, data em que recebeu o contato do Cruzeiro e iniciou as negociações para sua volta. Anunciado na terça, o treinador será apresentado oficialmente às 14h desta quarta, antes do treinamento da tarde na Toca da Raposa. Desta forma, já estará à beira do campo na partida do próximo domingo, quando fará sua reestreia diante do Santos, na Vila Belmiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos