Fla avança em obras de CT e inauguração pode acontecer antes do previsto

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Divulgação

    Detalhe dos quartos que serão utilizados pelos jogadores no novo CT Ninho do Urubu

    Detalhe dos quartos que serão utilizados pelos jogadores no novo CT Ninho do Urubu

O retorno do investimento de cerca de R$ 15 milhões pode sair do papel antes do previsto no Flamengo. A construção dos módulos definitivos para os profissionais no CT Ninho do Urubu está avançada e a expectativa da diretoria é a de inaugurar o espaço até novembro, um mês antes do prazo divulgado.

Os dois campos e o vestiário estão prontos e em utilização nas atividades dos Jogos Olímpicos Rio-2016. A seleção brasileira de futebol feminino já treinou lá. A seleção argentina masculina também usará as instalações.

Sala de musculação, departamento de fisioterapia, parque aquático, quartos e refeitório têm as colocações de pisos em andamento. Na última quinta-feira (28), os operários concluíram o estacionamento que será utilizado pela imprensa.

"As obras estão em ritmo acelerado. O trabalho é para inaugurarmos o quanto antes a estrutura do futebol profissional. Existe a possibilidade de isso ocorrer em novembro. Quem sabe no dia do aniversário do clube [15 de novembro]? Trabalhamos para isso, mas sem atropelos, visando não comprometer a qualidade da obra. O que eu posso garantir é que o CT será mais um motivo de orgulho para a nação rubro-negra", explicou o vice-presidente de patrimônio, Alexandre Wrobel.

Divulgação
Imagem do futuro auditório para as preleções do Flamengo no CT Ninho do Urubu

A verba para a conclusão do CT vem da economia gerada pela adesão do Rubro-negro ao Profut (Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro), da venda de 200 títulos de sócio-proprietário e demais parcerias. A Ambev é um dos exemplos.

Recentemente, o clube investiu R$ 2 milhões para adaptar o espaço provisório utilizado pelos profissionais e que será das categorias de base a partir de 2017. O local conta com sala de musculação, departamentos de fisiologia e fisioterapia, onde funciona o CEP FLA (Centro de Excelência em Performance).

O alojamento dos jogadores triplicou de tamanho, o refeitório dobrou e o conforto para os dias de treino integral aumentou. O auditório ganhou um backdrop digital e também funciona como sala de imprensa. Todos os equipamentos serão levados em definitivo para o módulo profissional a partir de novembro.

O investimento no centro de treinamento cresce a cada ano. Só em 2016, por exemplo, o Flamengo tem a previsão de gastar R$ 10 milhões em todas as instalações - base e profissional. O número é consideravelmente superior aos R$ 900 mil utilizados no ano passado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos