Presidente do Napoli revida ataque de Higuaín e nega culpa em saída

Do UOL, em São Paulo

  • Franco Castaño / Associated Press

    Aurelio De Laurentiis, presidente do Napoli, ironizou discurso de Higuaín após saída

    Aurelio De Laurentiis, presidente do Napoli, ironizou discurso de Higuaín após saída

O presidente do Napoli, Aurelio Di Laurentiis publicou uma nota oficial revidando as declarações de Gonzalo Higuain. Reforço da Juventus, o atleta argentino havia dito que deixou o Napoli por causa do presidente e que não aguentava ficar "nem mais um minuto ao lado do mandatário" do Napoli.

Em carta publicada no site do Napoli, Di Laurentiis considerou curiosa a declaração de Higuaín e reprovou o discurso do atleta.

"Se o senhor Gonzalo Gerardo Higuaín ficou tão incomodado com minha presença, ele levou muitos anos para descobrir isso, a menos que ele seja uma pessoa falsa ou um grande ator. Mas vou excluir a última possibilidade, a dos atores", começou Di Laurentiis.

"Passamos muito tempo juntos recentemente. Por exemplo, um dia inteiro na Comissão Disciplinar de Roma para tentar desqualificar suspensão. Garanto a vocês que Gonzalo estava muito calmo e não demonstrou impaciência, como podem testemunhar pessoas que estavam com a gente".

"Como é que seu procurador não demonstrou impaciência quando nos encontramos para discutir a renovação do contrato? Se eles fossem tão intolerantes à minha presença, eles não passariam horas discutindo dinheiro com grande interesse e disponibilidade".

Di Laurentiis termina dizendo que Nápoles foi uma cidade que conseguiu eliminar fascistas, acrescentando que o povo local não perdoará a saída do atleta para a Juventus.

Higuaín acertou com a Juventus, que pagou 90 milhões de euros para se transferir. Foi a maior transação da história feita por um clube italiano.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos