Maradona pede que AFA não pressione Messi para que ele volte à seleção

Do UOL, em São Paulo

  • AFP

    Maradona e Messi na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul

    Maradona e Messi na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul

Para Diego Maradona, os dirigentes da Associação do Futebol Argentino (AFA) não devem pressionar Lionel Messi para convencer o astro do Barcelona a voltar a defender a seleção. Em entrevista à rádio La Red, o ex-jogador disse que é preciso deixar Messi em paz.

"Quanto mais falamos de Messi, mais o garoto fica de saco cheio", disse Maradona. "Se alguém está pensando em viajar a Barcelona para falar com ele, que não faça isso, porque vai ser recebido com chutes no traseiro".

Messi anunciou sua aposentadoria da seleção argentina, aos 29 anos, após a derrota nos pênaltis na final da Copa América Centenário para o Chile, em junho. Na ocasião, o camisa 10 perdeu um dos pênaltis na disputa decisiva.

A opinião de Maradona contrasta com a de outro ídolo do futebol argentino. O ex-meia Riquelme recentemente declarou que a AFA deveria deixar Messi influenciar na escolha do novo treinador da seleção e também nas convocações.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos