Ronaldo tinha medo de cabecear, mas já fez muito gol assim; assista

Do UOL, em São Paulo

Foram mais de 400 gols na carreira, 15 dos quais fizeram dele o maior artilheiro das Copas do Mundo durante oito anos. Mas marcar de cabeça sempre foi uma exceção para Ronaldo. O ex-atacante não gostava de cabecear. No entanto, estufou as redes mesmo assim, como mostra o vídeo acima.

Pelo Corinthians, inclusive, o Fenômeno teve uma média de gols de cabeça alta em relação às suas passagens por outros clubes. "Não lembro de ter feito dois gols de cabeça em um jogo. Aqui no Corinthians, têm acontecido coisas inexplicáveis", disse Ronaldo em julho de 2009, quando fez duas vezes de cabeça na vitória por 4 a 3 sobre o Sport.

Foi de cabeça, por exemplo, que ele anotou o primeiro gol pelo Corinthians, nos acréscimos do clássico contra o Palmeiras, em Presidente Prudente. A comemoração pelo empate por 1 a 1 terminou com um alambrado caído após a festa da torcida alvinegra.

A aversão de Ronaldo em cabecear era conhecida. O ex-jogador evitava disputas pelo alto, principalmente após tiros de meta. Ele preferia posicionar o corpo e tentar outra saída. Coincidentemente, foi tentando cabecear após um cruzamento que ele sofreu grave lesão no Milan, novamente no joelho. Mas no Corinthians ele voltou a usar a cabeça. E usou muito bem.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos