Bauza diz que deixa SP com identidade. Novo técnico pode chegar domingo

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

  • Thiago Fernandes/UOL Esporte

    Edgardo Bauza no hotel do São Paulo em Belo Horizonte

    Edgardo Bauza no hotel do São Paulo em Belo Horizonte

Edgardo Bauza acredita que deixa um legado importante para o São Paulo na sua saída para dirigir a seleção da Argentina. Em sua primeira entrevista após aceitar o convite da AFA (Associação de Futebol Argentino), o comandante afirmou que a equipe paulista agora tem uma identidade e citou, mais de uma vez, que tem orgulho de ter ficado entre os quatro melhores da América do Sul, ao ser eliminado na semifinal para o campeão Atlético Nacional na Libertadores.

Patón ainda admitiu que se precipitou ao falar ao Lance! que nem um convite para a seleção argentina o tiraria do Morumbi e acredita que os torcedores entendem a sua decisão. Ele faz sua despedida na quinta-feira, contra o Atlético-MG, no Morumbi. 

"Havia uma ideia, dar uma identidade à equipe, para começar a crescer. São mais de três anos sem ganhar título, então precisávamos pensar em armar um time com identidade. E com essa ideia a gente começou a trabalhar. Acho que a gente conseguiu. Agora tem uma identidade de acordo com o que o clube e precisamos melhorar a partir disso. Vou trabalhar até o último minuto. Estamos aqui para trabalhar e melhorar o plantel. Para mim, isso foi o melhor. Além disso, tive seis meses de trabalho com alguns atletas e dei ferramentas para que eles pudessem crescer. E acho que os jovens cresceram mais com o que pude trabalhar", analisou Bauza.

"Somos cobrados pela nossa palavra. Não sabia que isso ia acontecer. (Quando falei que não sairia nem para a seleção) Essa chance estava muito longe disso acontecer. Mas, quando chegou, analisei com o corpo técnico e acho que ele me chega em um momento profissional muito bom. Foram palavras ditas longe do que aconteceu hoje", completou.

Bauza disse que aceitou o convite por não saber se teria outra chance na carreira de dirigir a seleção de seu país e adiantou que pretende conversar com Messi sobre a chance de o atacante do Barcelona desistir da aposentadoria anunciada para defender a Argentina. 

"A decisão basicamente eu tomo analisando a importância da seleção, a seleção do meu país. A possibilidade e quantidade de jogadores para poder armar uma boa equipe. Estou feliz por ir para a Argentina, mas eu estou todos os dias com os atletas, diretoria, com todos aqui e formamos um vínculo que não é fácil romper. Não é uma decisão assim tão fácil. O que pesou mais é a parte profissional. Não sei se vou ter essa chance em outro momento", explicou.

"Minha ideia é em algum momento poder falar com ele (Messi). Sentar e conversar. Não para convencer, mas para falar sobre futebol. Entender a frustração que ele tem para ter tomado essa decisão. E não perco a esperança que eu possa reverter essa decisão", finalizou.

CLUBE ADMITE TER UM NOVO TÉCNICO NO DOMINGO

O diretor executivo do São Paulo, Gustavo Vieira, estava ao lado de Bauza na entrevista coletiva. Ele deixou claro que o nome do sucessor é tratado com muito sigilo. 

O dirigente não quis dizer nem mesmo o perfil que busca, tampouco se o treinador será brasileiro ou estrangeiro ou ainda se ele está desempregado ou se está trabalhando no momento. O blog do PVC já mostrou que a preferência é por técnicos nacionais.

"A gente pretende manter essa discussão em ambiente bem reservado. O que posso dizer é que tenho uma segurança e um grau de maturidade avançado no conceito para trabalhar no São Paulo", explicou. "Desde o momento que tem essa possibilidade, a gente já começou a trabalhar em algumas ideias. No plano de possibilidade, é possível que a gente já tenha treinador no domingo, mas estamos em um processo interno e de filtragem". 

Em um primeiro momento, a diretoria são-paulina praticamente descarta o uso de Pintado como técnico interino para evitar que ele entre em conflito com o grupo de jogadores

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos