Inter pede emprestado ao Náutico de volta para suprir carência na zaga

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Alexandre Lops/Divulgação

Menos de três meses depois, Eduardo pode voltar ao Internacional. Carente de zagueiros, o clube gaúcho pediu a liberação do jogador junto ao Náutico. O plano do Colorado é ter o defensor à disposição a partir do duelo com o Fluminense, pela 19ª rodada do Brasileirão.

O contrato tem validade até dezembro, mas de acordo com o Inter, previa liberação antecipada em caso de solicitação do Colorado. O Náutico diz o oposto e não se mostra favorável ao negócio. "Eduardo seguirá aqui até o fim do ano, não tem essa cláusula (de retorno antecipado) no contrato", disse Emerson Barbosa, diretor de futebol do Timbu, à Rádio Gaúcha.

Eduardo foi emprestado ao Náutico em 14 de maio. Desde então, participou de 16 partidas do time pernambucano na Série B. Todas como titular.

A solicitação foi feita pela dificuldade do Internacional em contratar um novo zagueiro. O clube gaúcho chegou a sondar Xandão, ex-São Paulo e que está no Kuban Krasnodar, da Rússia, mas não levou o tema adiante.

Sem lateral direito, William está na seleção olímpica e Ceará foi reprovado nos exames médicos, segue a necessidade de improvisar. E com isso, as opções para zaga ficam ainda menores. Contra o Corinthians, por exemplo, Ernando atuou do lado do campo.

Diante do Cruzeiro, nesta quinta-feira, a zaga deve ser formada por Alan Costa e Ernando. Leandro Almeida, que também jogou no final de semana, teve diagnosticada lesão muscular e ficará parado por pelo menos três semanas.

Eduardo tem histórico nas seleções de base e foi promovido ao elenco principal do Inter, em 2015. Nesta temporada, foi liberado para o Náutico justamente para ter sequência.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos