Um rendeu R$ 10 mi e outro vale R$ 14 mi: o encontro de gerações no Flu

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

    Gustavo Scarpa gesticula em treino do Fluminense, nas Laranjeiras

    Gustavo Scarpa gesticula em treino do Fluminense, nas Laranjeiras

O retorno de Wellington ao Fluminense promove o encontro de gerações que representam cifras ao clube. Enquanto o meia-atacante rendeu R$ 10 milhões aos cofres das Laranjeiras em 2010, quando foi vendido ao Arsenal (ING), agora o Tricolor tem como nova joia o meia Gustavo Scarpa, que tem um valor de mercado avaliado em R$ 14,5 milhões, de acordo com o site especializado "Transfermarkt".

A diferença de idade entre os dois é bem pouca. Um é de 1993 e outro de 1994, mas enquanto Wellington despontou com apenas 17 anos, Scarpa só desabrochou no ano passado.

O primeiro, no entanto, viveu uma fase de declínio, sendo emprestado para diversas equipes da Europa, e agora tenta verticalizar sua carreira novamente. Já Gustavo atravessa uma situação contrária, estando cada vez mais valorizado.

Scarpa, inclusive, retornou nesta quarta-feira de uma viagem à Itália feita no último domingo onde realizou mais uma etapa do processo para retirada do passaporte comunitário, algo que facilitará uma futura transferência para a Europa.

Ano passado, o meia renovou seu contrato com o Fluminense até 2019. O clube possui 45% de seus direitos econômicos.

Já Wellington retornou ao Tricolor mês passado e assinou um vínculo de quatro temporadas.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos