Levir Culpi critica calendário da CBF em meio aos Jogos Olímpicos

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Nelson Perez/Fluminense FC

    Levir Culpi diz ter dificuldade para deixar jogadores concentrados em meio aos Jogos

    Levir Culpi diz ter dificuldade para deixar jogadores concentrados em meio aos Jogos

Sempre se posicionando em assuntos delicados, o técnico Levir Culpi não ficou em cima do muro em relação ao calendário da CBF em meio a Rio 2016. Na avaliação do treinador, é um erro ter jogos do Campeonato Brasileiro paralelamente à disputa dos Jogos Olímpicos.

"Eu não entendo esse vácuo da confederação brasileira. Não admito isso, erro infantil. E com jogos segunda, terça, quarta, quinta, sexta, sábado e domingo no meio da Olimpíada. Não aceito como profissional, me sinto mal. Os jogos perdem um pouco a importância, o que é natural, mas tem que obedecer", declarou.

Neste domingo, às 16h15, no Beira-Rio, em Porto Alegre (RS), o Fluminense enfrenta o Internacional e, de acordo com Levir, os jogadores podem até mesmo se desconcentrar.

"A gente está em mãos de pessoas incompetentes no país e, logicamente, no futebol. Como é que você, como técnico, mantém os jogadores ligados num jogo contra o Inter quando você tem a estreia da Olimpíada no Brasil? É automático, desconcentra um pouco os jogadores. Não tem como competir com isso", disse o treinador, que se equivocou na data, já que as competições começam neste sábado.

Levir Culpi aproveitou para dizer que está na torcida pelo futebol feminino e pelo ginasta Arthur Zanetti:

"Eu gostaria muito (de acompanhar a Olimpíada). O clima... Tem atletas aí que a gente é fã, fica olhando os caras, sempre esqueço o nome do nosso campeão das argolas... Isso, Arthur Zanetti. Ele faz coisas que você não acredita, não acredito que aquilo é real. A Olimpíada proporciona momentos inigualáveis".
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos