Grêmio tem mais um jogador na mira da Europa. Roger teme desmanche

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Divulgação/Grêmio

    Walace deve ter proposta formalizada no começo da próxima semana

    Walace deve ter proposta formalizada no começo da próxima semana

A janela de transferências internacionais pode desfalcar mais o Grêmio. E depois de Luan ser procurado pelo Barcelona, que indicou proposta no prazo de 20 dias, é a vez do volante Walace entrar na mira. Enquanto isso, o técnico Roger Machado não esconde que teme perder ambos após as Olimpíadas. 

A reportagem do UOL Esporte apurou que o Grêmio deve receber uma proposta oficial pelo marcador de 21 anos no começo da próxima semana. E os valores devem contemplar o que o clube espera por ele. O mercado europeu ronda o volante que está com a seleção brasileira que disputa os Jogos Olímpicos há bastante tempo. Por lá ele é tratado como 'Pogba Brasileiro', em alusão ao francês Paul Pogba. 

O Grêmio pretende ao menos 10 milhões de euros (R$ 35 milhões) para liberar Walace. Espera conseguir algo próximo dos 12 milhões (R$ 42,2 milhões). Do valor final, o Tricolor tem direito a 70%. 

Além dele, Luan também deve ter proposta oficializada em breve. O Barcelona pediu prazo de 20 dias para oferecer os 20 milhões de euros (R$ 70,1 milhões) pelo jogador. Mas o Tricolor quer 30 milhões (R$ 109 milhões). E o Leicester City, segundo interessado, já se movimenta com possíveis 24 milhões em proposta (R$ 84,2 milhões). Do total, o clube também teria 70%. 

"O Luan faz falta? Claro que sim. E não sei se ele volta (das Olimpíadas). Não sei se o Walace volta. Não temos ninguém à venda, mas se chegar uma proposta de R$ 300 milhões duvido que voltem", disse o técnico Roger Machado, preocupado com as sondagens ocorridas. "Não temos como garantir a saída ou não de jogadores. Só não temos proposta", disse o vice de futebol, Alberto Guerra, depois do jogo contra o Santa Cruz. Quadro que irá mudar na próxima semana.  
 
Por outro lado o clube se vê defendido por altas multas rescisórias. Luan e Walace têm cláusulas de liberação que batem nos 60 milhões de euros. Sendo assim, o Grêmio se vê no direito de negociar apenas o que lhe interessa. Se não receber ofertas que contemplem seus desejos financeiros, o presidente Romildo Bolzan Júnior garante que não irá aceitar, independente de quem seja. 
 
Até agora, dois jogadores já foram negociados na janela de transferências para fora do país. Giuliano atuará no Zenit, da Rússia. E Bobô foi liberado para se acertar com um clube da Austrália. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos