Falcão diz que não recebeu reforços e lamenta saída: "Foi pouco tempo"

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Jeremias Wernek/UOL

    Paulo Roberto Falcão dirigiu Inter em cinco jogos: três derrotas e dois empates

    Paulo Roberto Falcão dirigiu Inter em cinco jogos: três derrotas e dois empates

Paulo Roberto Falcão falou depois de ser demitido do Internacional. Em nota oficial, o treinador citou o tempo curto no cargo (27 dias), os poucos treinos que pode realizar e disse que os reforços solicitados não chegaram. Ainda assim, disse que plantou sementes no clube.

"Foi pouco tempo. Tive a oportunidade de ministrar apenas nove treinos táticos. Tivemos muitos desfalques e não chegamos a receber os reforços solicitados. Além disso, enfrentamos um calendário cruel. Mas não faltou esforço por parte dos jogadores, nem empenho da comissão técnica", disse o 'Rei de Roma'.

O comunicado, divulgado pela assessoria de imprensa de Falcão, ainda tratou do ambiente encontrado desde a chegada, com seis jogos sem vitória. A atual série é de 11 partidas sem ganhar.

"Faço questão de me dirigir ao torcedor colorado para agradecer o apoio que vem dando ao clube neste momento de instabilidade e, em particular, pelo carinho que me dispensou durante os 26 dias de trabalho", afirmou no texto.

Falcão foi contratado para substituir Argel Fucks, demitido depois da derrota para o Santa Cruz, em Recife. Na terceira passagem como treinador do Inter, atuou boa parte do tempo amparado em um termo de compromisso. O contrato, efetivamente, só foi assinado no último sábado. O vínculo era até julho de 2017.

Em crise, o Internacional procura novo treinador e dirigentes para compor o departamento de futebol. O clube anunciou entrevista coletiva para esta terça-feira, pela manhã, onde pretende anunciar os novos nomes que atuarão no vestiário.

Confira a nota oficial de Paulo Roberto Falcão na íntegra:

À torcida colorada

Ao encerrar minha curta passagem pelo comando técnico do Internacional neste ano de 2016, faço questão de me dirigir ao torcedor colorado para agradecer o apoio que vem dando ao clube neste momento de instabilidade e, em particular, pelo carinho que me dispensou durante os 26 dias de trabalho.

Foi pouco tempo. Tive a oportunidade de ministrar apenas nove treinos táticos. Tivemos muitos desfalques e não chegamos a receber os reforços solicitados. Além disso, enfrentamos um calendário cruel. Mas não faltou esforço por parte dos jogadores, nem empenho da comissão técnica.

A todos agradeço, certo de que plantamos as sementes que haverão de resultar num melhor momento para o Internacional.

PAULO ROBERTO FALCÃO

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos