Willian liderou reação do Cruzeiro em 2015 e agora é reserva com Mano

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Pedro Vilela/Light Press/Cruzeiro

    Willian foi artilheiro do Cruzeiro no Brasileirão 2015

    Willian foi artilheiro do Cruzeiro no Brasileirão 2015

Willian foi um dos principais responsáveis por levar o Cruzeiro às vitórias na primeira passagem de Mano Menezes pela Toca da Raposa II. No princípio do segundo compromisso do técnico com o clube, o atacante se tornou suplente e vê do banco de reservas a reação da equipe.

Embora tenha aparecido entre os prediletos do treinador no revés para o Santos, na Vila Belmiro, o jogador foi apenas uma opção no empate contra o Corinthians e permanecerá nessa condição no jogo diante do Coritiba, neste domingo (14), pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Escalado como centroavante, o Bigode Grosso, como o atleta é conhecido, fez 11 gols em 16 partidas sob a batuta de Mano Menezes em 2015. Na ocasião, o time balançou as redes adversárias em 27 oportunidades. O jogador, portanto, se responsabilizou por 40,74% das bolas que terminaram nas metas dos rivais no período em que foi comandado pelo técnico gaúcho.

Quando o treinador chegou à Toca da Raposa II, em setembro do ano passado, a equipe ocupava a 16ª colocação, com 22 pontos, na 22ª rodada. Após a sua contratação, o time somou 30 pontos e terminou o torneio na oitava posição. O atacante foi o protagonista da recuperação cruzeirense.

A nova condição de Willian, contudo, tem uma explicação. O argentino Ramón Ábila marcou no triunfo sobre o Internacional, quando o dono da camisa 9 cumpriu suspensão automática, e na igualdade diante dos paulistas, no Pacaembu. Com isso, um dos homens de confiança da comissão técnica acabou entre os suplentes.

Nesta temporada, os números também estão a favor do hermano. Em seis compromissos pelo Cruzeiro, ele fez três gols – todos com a perna canhota. Willian, por outro lado, esteve em campo em 26 jogos e balançou as redes somente seis vezes.

Ficha técnica
Cruzeiro x Coritiba

Motivo: 20ª rodada do Brasileirão
Local: estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 14 de agosto de 2016 (domingo)
Horário: às 16h (de Brasília)
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Alessandro A Rocha de Matos (BA/Fifa) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)

Cruzeiro
Fábio; Ezequiel, Manoel, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique, Lucas Romero, Robinho e Rafinha (Arrascaeta); Rafael Sobis e Ramón Ábila.
Técnico: Mano Menezes.

Coritiba
Wilson, Dodô, Luccas Claro (Juninho), Nery Bareiro; Juninho (César Benítez), Edinho, Juan e Raphael Veiga; Iago, Kazim e Neto Berola.
Técnico: Paulo César Carpegiani.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos