Cássio é mesmo lento como diz Rubinho? Ex-goleiros do Corinthians opinam

Marcello De Vico e Vanderlei Lima

Do UOL, em Santos e São Paulo

As críticas feitas a Cássio por Rubinho em entrevista à Rádio Jovem Pan não foram 'compartilhadas' por dois dos principais goleiros da história do Corinthians: Ronaldo Giovanelli, hoje comentarista da Rádio Transamérica e da TV Bandeirantes, e Nei, campeão brasileiro em 1998. Em entrevista ao UOL Esporte, eles saíram em defesa do atual arqueiro alvinegro e destacaram, principalmente, a importância de Cássio na história do clube de Parque São Jorge.

De acordo com Ronaldo, campeão brasileiro pelo Corinthians em 1990, Cássio 'foi o cara' em momentos de extrema importância da história do clube e não merece ser criticado. Giovanelli ainda lamentou as declarações dadas por Rubinho, irmão do ídolo Zé Elias e ex-goleiro do próprio Corinthians. Nelas, disse que Cássio "é lento, pesado e não transmite segurança nenhuma".

"Hoje é um outro estilo. O Cássio tem dois metros, e não tem como ele ser rápido. Hoje é outra linhagem da 'boleirada' porque ele cobre o espaço, ele não vai fazer tanto esforço para sair do gol porque já é um cara alto. Ele levanta as mãos e chega a 2,40 m, quem é que vai subir isso? Então é diferente... Na época do Valdir Joaquim de Morais e do Aguinaldo Moreira [ex-preparadores de goleiros], os goleiros tinham 1,67m, 1,70m, eles tinham que ter mais impulsão, então isso mudou. O próprio Neuer, goleiro alemão, tem 1,93 m e joga com os pés. Quer dizer... É diferente, mudou tudo", disse Ronaldo.

Ele não precisa ter tanta impulsão porque ele levanta as mãos e já passa o travessão"

"Eu adoro o Rubinho, é meu parceiro, ele esteve comigo na época do Corinthians, mas mudou tudo. Na minha época era mais impulsão, mais posicionamento, e segurava mais a bola. A diferença era essa, tinha que segurar, e hoje mudou tudo. Hoje o cara tem 2 metros, se posiciona diferente. Ele não precisa ter tanta impulsão porque ele levanta as mãos e já passa o travessão", acrescenta Ronaldo, para depois responder especificamente sobre o trecho em que Rubinho disse que Cássio não transmitia segurança no gol do Corinthians.

"Aí eu já vou bater de frente com o Rubinho porque, em todos os momentos difíceis e todos os títulos que ele conquistou, o Cássio foi o cara. O Cássio foi um gigante. Os jogos que eu vi foram impressionantes. Nos momentos difíceis, o que ele fez... Então eu bato de frente com o Rubinho, e até passando por mim, que fiz 601 jogos, eu não conquistei a metade que ele conquistou e da forma que ele conquistou, e eu nunca chorei tanto numa conquista quanto a do Mundial que ele conquistou em 2012", disse o ex-goleiro.

Eu não quero ser indelicado com o Rubinho, mas as conquistas do Cássio são f..."

"Então eu sou fã do Cássio, as conquistas que ele teve e a forma que ele jogou... Eu me vi chorando e abraçado com os meus filhos numa conquista mundial com o que ele fez! E os meus filhos falaram pra mim: 'Pô, pai, você era goleiro do Corinthians', e eu falei: 'Pois é, filhos, mas vamos curtir este momento [risos]'. Eu não quero ser indelicado com o Rubinho, mas as conquistas do Cássio são f..., eu só venho lamentar o pensamento do Rubinho. Meu pensamento é de confiança de um cara gigante no gol do Corinthians", defendeu Ronaldo.

Nei também sai em defesa de Cássio

Outra referência debaixo das traves na história do Corinthians, Nei foi mais um que defendeu Cássio das críticas. Usando basicamente os mesmos argumentos de Ronaldo Giovanelli, ele discordou das opiniões dadas por Rubinho e fez elogios técnicos ao atual goleiro corintiano.

"Eu penso que não, ele não é pesado, não é inseguro e não é lento, porque na final do Mundial em 2012 o Cássio fez uma defesa que praticamente deu o título ao Corinthians, e para fazer aquela defesa tem que ser muito rápido, muito elástico e muito explosivo. O que pode ter acontecido, e pode acontecer, e já aconteceu comigo também, é a parte dos treinamentos. Eu não sei até que ponto ele está bem treinado, se pode ter engordado, até que ponto isso influenciou após aquela época que ele vinha muito bem. Parece que ele também teve algumas lesões, então a questão não é o que ele está hoje, ele precisa recuperar, mas para mim o Cássio é um excepcional goleiro principalmente na fase que nós estamos aí", diz.

Em seguida, Nei foi além e disse ainda que, para ele, Cássio é atualmente o melhor goleiro do Brasil e merecia uma vaga na seleção nacional.

Para mim, o Cássio continua sendo o melhor goleiro do país"

"Me aponta um goleiro hoje... Quem você apontaria para jogar na seleção principal? Tem vários goleiros, mas nenhum que se destaca e você fala 'esse é o goleiro do Brasil'. Não tem unanimidade. Então, para mim, o Cássio continua sendo o melhor goleiro do país, com certeza, E eu falo o seguinte: ninguém desaprende a jogar. Ninguém é e deixa de ser. Ele pode estar acima do peso, pode ser uma situação de momento, está um pouco inseguro... Eu sempre disse isso e continuo afirmando: jogar no Corinthians é muito difícil, porque é uma torcida que cobra bastante, é um clube difícil de jogar. Quando está tudo bem, quando está se ganhando, é tudo mil  maravilhas. Tão logo você começa a ter resultados ruins ou você falha, para recuperar isso emocionalmente é muito difícil. Eu já passei isso dentro do clube e é muito difícil, mas a gente não pode tirar os méritos do que ele já fez", completou.

Maurício acha Cássio lento e prefere Walter como titular

Goleiro do Corinthians entre 1996 e 2001 e reserva de Dida na conquista do Mundial de 2000, Maurício foi quem mais concordou com as críticas feitas por Rubinho, atualmente sem clube após longa passagem pela Juventus, da Itália. Segundo ele, Walter é quem deveria ser o titular do gol do Corinthians.

Eu penso que o reserva dele, o Walter, é bem melhor"

"Eu acho ele um pouco lento, mas é um bom goleiro. Só que eu penso que o reserva dele, o Walter, é bem melhor. Eu gosto muito do Walter, é o estilo de goleiro que eu gosto. O Cássio está passando uma fase de insegurança e é lento também, pelo tamanho dele, pela saída de gol, eu o acho um pouco lento. É um bom goleiro, mas eu prefiro o Walter. O Cássio hoje está passando uma fase não muito boa, ele não está transmitindo segurança, isso dá para perceber, mas é fato que ele é bom goleiro e já ajudou muito o Corinthians. Mas eu o acho um pouco lento, na saída de gol, o tamanho... Mas é o estilo dele é a característica dele", opinou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos