Roth precisa vencer na estreia para evitar marca quase certa para a queda

Alexandre Senechal

Do UOL, em São Paulo

  • Ricardo Duarte/SC Internacional

    Novo técnico do Internacional dirige a equipe pela primeira vez nesta segunda-feira

    Novo técnico do Internacional dirige a equipe pela primeira vez nesta segunda-feira

Celso Roth já estreia pressionado no Internacional. A equipe, que não vence desde a 8ª rodada do Campeonato Brasileiro, quando Argel Fucks ainda era o técnico, chegou ao 11º jogo seguido sem vitória na competição e está a um de atingir uma série negativa quase definitiva para o rebaixamento.

Desde a primeira edição do campeonato por pontos corridos, o São Paulo, em 2013, foi o único que conseguiu se manter na primeira divisão após ficar 12 partidas sem vencer. Outras nove equipes passaram pela mesma situação e acabaram rebaixadas.

Dos que igualaram a atual sequência negativa do Internacional, a maior da história do clube nos pontos corridos, somente uma entre seis equipes disputou a Série B do ano seguinte – o Sport, em 2012.

"Temos um turno todo, estamos com uma pontuação difícil, mas é absolutamente administrável. Tudo é possível com trabalho, integração e mobilização", amenizou Celso Roth, em sua apresentação oficial como substituto de Paulo Roberto Falcão. "Nosso objetivo principal é vencer o próximo jogo. Pela situação, pela emergência. Vamos passo a passo, palmo a palmo", completou Fernando Carvalho, vice de futebol.

O Internacional tem uma parada dura para tentar quebrar a série sem vitórias. Celso Roth estreia no banco contra a Chapecoense, na Arena Condá, em jogo que encerra a 20ª rodada do Campeonato Brasileiro, nesta segunda-feira, às 20h.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE X INTERNACIONAL

Data e hora: 15/08/2016 (segunda-feira), às 20h (Brasília)
Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Transmissão na TV: Sportv e PPV
Árbitro: João Batista de Arruda (RJ)
Auxiliares: Michael Correa (RJ) e João Luiz Coelho de Albuquerque (RJ)

CHAPECOENSE: Danilo; Gimenez, Thiego, Felipe Machado e Dener; Josimar, Gil, Cleber Santana, Martinuccio e Hyoran; Kempes
Técnico: Caio Júnior

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Eduardo, Paulão, Ernando e Artur; Fernando Bob, Eduardo Sasha, Fabinho, Seijas e Valdívia; Vitinho
Técnico: Celso Roth

Confira a sequência de jogos sem vitória e o destino dos times*:

15 JOGOS

São Caetano (2006) – 19º lugar (rebaixado)
América-RN (2007) – 20º lugar (rebaixado)

14 JOGOS

Figueirense (2012) – 20º lugar (rebaixado)
Náutico (2013) – 20º lugar (rebaixado)

13 JOGOS

Fortaleza (2006) – 18º lugar (rebaixado)
Náutico (2009) – 19º lugar (rebaixado)
Guarani (2010) – 18º lugar (rebaixado)
América-MG (2011) – 19º lugar (rebaixado)

12 JOGOS

Goiás (2010) – 19º lugar (rebaixado)
São Paulo (2013) – 9º lugar

11 JOGOS

Botafogo (2004) – 20º lugar
Goiás (2006) – 8º lugar
Botafogo (2009) – 15º lugar
Fluminense (2009) – 16º lugar
Cruzeiro (2011) – 16º lugar
Sport (2012) – 17º lugar (rebaixado)
Internacional (2016) – ??

*Números do site Futdados

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos