Atlético-MG acolhe Diego Tardelli e sonha com volta do ídolo em 2017

Thiago Fernandes e Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Divulgação/Atlético-MG

    Diego Tardelli esteve presente no Independência na vitória do Atlético-MG contra o Santa Cruz

    Diego Tardelli esteve presente no Independência na vitória do Atlético-MG contra o Santa Cruz

É difícil. Mas o Atlético-MG deseja o retorno de Diego Tardelli em janeiro de 2017. A estadia em Belo Horizonte, onde inaugurou recentemente um bistrô, estreitou novamente os laços entre clube e atacante. Ele, inclusive, mantém a forma física na Cidade do Galo.

O jogador até já vestiu o uniforme da equipe de Belo Horizonte e publicou uma imagem no centro de treinamento em suas redes sociais. Monitorado pelo preparador físico Luís Kalil, ele faz trabalho funcional a fim de seguir em forma.

Fora dos planos do alemão Felix Magath, técnico do Shandong Luneng – detentor de seus direitos econômicos –, o atleta não tem definição sobre o futuro. Ele procura um time para atuar até dezembro de 2016 pelo menos. A situação deve ser resolvida até o fim de agosto.

As conversas para contar com Diego Tardelli são incipientes e tratadas por Daniel Nepomuceno. O presidente, todavia, reconhece o grau de dificuldade da negociação, sobretudo pelo quesito financeiro. Antes de se tornar preterido pela comissão técnica do clube chinês, o atleta pensava em permanecer no exterior até o fim de 2017.

Como se tornou segunda opção dos asiáticos, o atacante passou a cogitar um retorno ao futebol brasileiro antes deste prazo. São Paulo e Atlético tentaram a sua contratação antes do fechamento da janela de transferências internacionais. A intenção de ficar fora do Brasil é justamente por conta da "independência financeira". O vencimento anual no Shandong Luneng é de 4 milhões de euros (R$ 14,34 milhões na cotação atual).

O salário de Diego Tardelli não é o único entrave nas tratativas. Os chineses desembolsaram 5,5 milhões de euros para que ele assinasse até janeiro de 2019. Embora não pleiteiem um montante idêntico, pretendem receber uma quantia no mínimo próxima – o que é considerado inviável para os mineiros.

A diretoria entende, nos bastidores, que somente a venda de um dos pilares do time possibilitaria o retorno imediato do ídolo à Cidade do Galo. Lucas Pratto, recém-convocado para a seleção argentina, é o nome mais cogitado para deixar o clube na próxima janela de transferências.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos